Assunto da semana: Quero o meu dinheiro do cinema de volta!


Inhumans é exemplo de série de ação feita a fórceps

Marvel Television/ABC/Divulgação/29.09.2017


Na minha modesta opinião, Marvel’s Inhumans (Sony, 3ª, 21h, 14 anos) já nasceu morta antes mesmo da ABC e da empresa de salas de exibição IMAX derem o sinal verde para o maior suicídio financeiro da temporada televisiva americana 2017-2018 entre as cinco principais redes abertas. Em seis episódios já veiculados, Inhumans se mostrou uma decepção tanto em termos de atração de público como de merchandising. A exibição de seu piloto nos cinemas é o tipo de estratégia que televisão e cinema não devem repetir.
Tais quais as invasões arbitrárias das Universidades Federais de Minas Gerais e, mais atrás, de Santa Catarina ordenadas pela Polícia (Política) Federal do Quadrilhão de Temer, Inhumans foi feita pela Marvel para a ABC a toque de caixa. Fez-se um projeto a fórceps. Concebeu-se um projeto de série sem ao menos se pensar nas suas consequências e implicações. No upfront que a ABC realizou em maio, Inhumans foi colocada na Sexta-Feira da Morte. Residiu aí o primeiro (e mais grave) erro de estratégia. Pensou-se na bilheteria.
Sem atores de destaque, Inhumans se destaca apenas pelo conjunto dos efeitos visuais e de sua coordenação de dublês. A coisa para por aí. Não vejo elementos de excelência artística alguma nessa produção, a não ser os de impulso mercadológico, que ao que parece, falharam. O que se tem mostrado desta trama é uma verdadeira forçação de barra para dar temporada completa a uma trama que respira por aparelhos nas medições de audiência da Nielsen Media Research. E o “público-alvo” da trama está vendo o quê? Netflix?
Fracasso de público, crítica e consumo, Marvel’s Inhumans se tornou a maior bomba das redes abertas para a fall-season 2017. Na L.A. Screenings e na MIPCOM, venderam Imhumans como se fosse peixe estragado, o que lamentavelmente esta trama o é. Para a Marvel, a fila de séries tem que andar. Outros oito projetos entre séries novas e renovadas estão sendo tocados pela divisão de televisão do estúdio de quadrinhos. A julgar pelo passo da banda, haverão outros contrassensos de público e crítica. Bom final de semana a todos.


Publicação simultânea com o TV+Vida do Jornal Meio Norte deste sábado (9/12)

Anúncios
Publicado em Coluna da Semana, Séries | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

EXCLUSIVO: Sai a nona avaliação parcial do Críticas para o Miss USA 2018, após a realização de 40 concursos estaduais


11º lugar de californiana abre brecha para a MUO tentar restabelecer top 15

Da redação TV em Análise

Top Ten Production/Divulgação/03.12.2017


A adoção de um top 10 para a definição das semifinalistas do Miss USA 2017 começa a se mostrar um erro gravíssimo na temporada de concursos estaduais do Miss USA 2018, que credenciará a representante americana no Miss Universo 2018, no dia 29 de abril, em Las Vegas. Prova disso é o décimo primeiro lugar que a candidata da Califórnia, Kelley Johnson, 24, da região de Redondo Beach, obteve na oitava rodada de avaliações parciais que o TV em Análise Críticas promove com vistas ao concurso americano.
Na 15ª colocação ficou a candidata da Pensilvânia, Olivia Suchko, 21, eleita no mesmo domingo que Kelley em seu concurso estadual respectivo. A partir de agora, ambas terão de depender das notas das candidatas que ainda faltam ser eleitas, a começar das que comporão a décima avaliação parcial – Distrito de Columbia, Flórida e Oklahoma, que elegerão suas candidatas no fim de semana do sábado (16) e do domingo (17). A partir daí, se poderá traçar um panorama de um possível top 15, que a Miss Universe Organization se verá obrigada a restabelecer para o Miss USA 2018. Após a eleição de 40 das 51 candidatas estaduais (o que corresponde a 78,43% do total), o ranking de notas em ordem decrescente da 67ª edição do Miss USA passou a ser este

NOTAS DAS CANDIDATAS EM ORDEM DECRESCENTE
Foram consideradas as notas dos quesitos de traje de banho e traje de gala, além das aparições em noticiários
Candidata Traje de Banho Traje de Gala Aparições de Mídia Média Geral
Kalie Wright (MN) 9,989 10 9,989 9,992
Jenny Valliere (IA) 10 10 9,973 9,991
Julie Chu (HI) 9,994 10 9,978 9,990
Abigail Hill (WA) 9,995 9,993 9,974 9,987
Dani Walker (MT) 10 9,989 9,974 9,986
Marianny Egurrola (GA) 9,979 9,987 9,989 9,985
Alexandra Harper (TN) 10 9,973 9,979 9,984
Marina Gray (ME) 9,992 9,973 9,987 9,984
Tori Sizemore (SC) 9,989 9,987 9,978 9,984
Allissa Latham (MA) 9,987 9,983 9,984 9,984
Kelley Johnson (CA) 9,976 9,979 9,989 9,981
Lauren Vizza (LA) 10 9,986 9,952 9,979
Brittinay Nicolette (MD) 10 9,979 9,958 9,977
Deneen Penn (OH) 9,994 9,978 9,958 9,976
Olivia Suchko (PA) 9,989 9,953 9,974 9,972
Chloe Brown (CO) 9,979 9,953 9,984 9,972
Tea Draganovic (ID) 9,981 10 9,924 9,968
Tori Kruse (MO) 9,989 10 9,897 9,962
Caelynn Miller-Keyes (NC) 10 9,979 9,899 9,959
Brooke Johnson (AK) 10 9,974 9,895 9,956
Callie Bishop (WY) 9,893 9,985 9,987 9,955
Abby Pogatshnik (ND) 9,899 9,973 9,987 9,953
Casey Lassiter (WV) 9,887 9,989 9,984 9,953
Elizabeth Johnson (MI) 9,895 9,984 9,974 9,951
Laine Mansour (MS) 9,989 9,985 9,877 9,950
Melanie Shaner (KS) 9,978 9,975 9,895 9,949
Ashley Vollrath (VA) 9,893 9,987 9,967 9,949
Michelle McEwan (NH) 9,897 9,973 9,973 9,947
Toneata Morgan (OR) 9,989 9,893 9,956 9,946
Darrian Arch (IN) 9,897 9,959 9,984 9,946
Lauren Weaver (AR) 9,971 9,989 9,870 9,943
Nicole Smith (AZ) 9,985 9,984 9,859 9,942
Maia Allo (VT) 10 9,859 9,957 9,938
Karolina Jasko (IL) 9,972 9,985 9,854 9,937
Hannah Brown (AL) 9,978 9,965 9,867 9,936
Alexa Noone (NJ) 9,979 9,899 9,897 9,925
Daescia DeMoranville (RI) 9,893 9,959 9,897 9,916
Sierra Wright (DE) 9,879 9,973 9,897 9,916
Regina Gray (WI) 9,893 9,957 9,897 9,915
Madison Nipe (SD) 9,892 9,894 9,957 9,914
NOTAS DAS CANDIDATAS EM ORDEM ALFABÉTICA
Foram consideradas as notas dos quesitos de traje de banho e traje de gala, além das aparições em noticiários
Candidata Traje de Banho Traje de Gala Aparições de Mídia Média Geral
Hannah Brown (AL) 9,978 9,965 9,867 9,936
Brooke Johnson (AK) 10 9,974 9,895 9,956
Nicole Smith (AZ) 9,985 9,984 9,859 9,942
Lauren Weaver (AR) 9,971 9,989 9,870 9,943
Kelley Johnson (CA) 9,976 9,979 9,989 9,981
Chloe Brown (CO) 9,979 9,953 9,984 9,972
Sierra Wright (DE) 9,879 9,973 9,897 9,916
Marianny Egurrola (GA) 9,979 9,987 9,989 9,985
Julie Chu (HI) 9,994 10 9,978 9,990
Tea Draganovic (ID) 9,981 10 9,924 9,968
Karolina Jasko (IL) 9,972 9,985 9,854 9,937
Darrian Arch (IN) 9,897 9,959 9,984 9,946
Jenny Valliere (IA) 10 10 9,973 9,991
Melanie Shaner (KS) 9,978 9,975 9,895 9,949
Lauren Vizza (LA) 10 9,986 9,952 9,979
Marina Gray (ME) 9,992 9,973 9,987 9,984
Brittinay Nicolette (MD) 10 9,979 9,958 9,977
Allissa Latham (MA) 9,987 9,983 9,984 9,984
Elizabeth Johnson (MI) 9,895 9,984 9,974 9,951
Kalie Wright (MN) 9,989 10 9,989 9,992
Laine Mansour (MS) 9,989 9,985 9,877 9,950
Tori Kruse (MO) 9,989 10 9,897 9,962
Dani Walker (MT) 10 9,989 9,974 9,986
Michelle McEwan (NH) 9,897 9,973 9,973 9,947
Alexa Noone (NJ) 9,979 9,899 9,897 9,925
Caelynn Miller-Keyes (NC) 10 9,979 9,899 9,959
Abby Pogatshnik (ND) 9,899 9,973 9,987 9,953
Deneen Penn (OH) 9,994 9,978 9,958 9,976
Toneata Morgan (OR) 9,989 9,893 9,956 9,946
Olivia Suchko (PA) 9,989 9,953 9,974 9,972
Daescia DeMoranville (RI) 9,893 9,959 9,897 9,916
Tori Sizemore (SC) 9,989 9,987 9,978 9,984
Madison Nipe (SD) 9,892 9,894 9,957 9,914
Alexandra Harper (TN) 10 9,973 9,979 9,984
Maia Allo (VT) 10 9,859 9,957 9,938
Ashley Vollrath (VA) 9,893 9,987 9,967 9,949
Abigail Hill (WA) 9,995 9,993 9,974 9,987
Casey Lassiter (WV) 9,887 9,989 9,984 9,953
Regina Gray (WI) 9,893 9,957 9,897 9,915
Callie Bishop (WY) 9,893 9,985 9,987 9,955

Após a rodada, o panorama de classificação das 10 semifinalistas (considerando o padrão adotado pela Miss Universe Organization no Miss USA 2017) é este:

-Kalie Wright (MN)-9,992
-Jenny Valliere (IA)-9,991
-Julie Chu (HI)-9,990
-Abigail Hill (WA)-9,987
-Dani Walker (MT)-9,986
-Marianny Egurrola (GA)-9,985
-Alexandra Harper (TN)-9,984
-Marina Gray (ME)-9,984
-Tori Sizemore (SC)-9,984
-Allissa Latham (MA)-9,984

-Kelley Johnson (CA)-9,981
-Lauren Vizza (LA)-9,979
-Brittinay Nicolette (MD)-9,977
-Deneen Penn (OH)-9,976
-Olivia Suchko (PA)-9,972
-Chloe Brown (CO)-9,972
-Tea Draganovic (ID)-9,968
-Tori Kruse (MO)-9,962
-Caelynn Miller-Keyes (NC)-9,959
-Brooke Johnson (AK)-9,956
-Callie Bishop (WY)-9,955
-Abby Pogatshnik (ND)-9,953
-Casey Lassiter (WV)-9,953
-Elizabeth Johnson (MI)-9,951
-Laine Mansour (MS)-9,950
-Melanie Shaner (KS)-9,949
-Ashley Vollrath (VA)-9,949
-Michelle McEwan (NH)-9,947
-Toneata Morgan (OR)-9,946
-Darrian Arch (IN)-9,946
-Lauren Weaver (AR)-9,943
-Nicole Smith (AZ)-9,942
-Maia Allo (VT)-9,938
-Karolina Jasko (IL)-9,937
-Hannah Brown (AL)-9,936
-Alexa Noone (NJ)-9,925
-Daescia DeMoranville (RI)-9,916
-Sierra Wright (DE)-9,916
-Regina Gray (WI)-9,915
-Madison Nipe (SD)-9,914

As notas de avaliação foram ponderadas a partir da verificação de noticiário, redes sociais e iconografia fotográfica das candidatas realizadas após os concursos estaduais apurados pela redação do Críticas no dia 7 de dezembro de 2017. Vale ressaltar que esta sondagem não reflete, necessariamente, a classificação oficial para as semifinais do Miss USA 2018, bem como para suas etapas classificatórias posteriores (trajes de banho, trajes de gala e entrevistas finais).

Avaliações anteriores
*1ª avaliação parcial: 9 de setembro de 2017
*2ª avaliação parcial: 3 de outubro de 2017
*3ª avaliação parcial: 9 de outubro de 2017
*4ª avaliação parcial: 17 de outubro de 2017
*5ª avaliação parcial: 23 de outubro de 2017
*6ª avaliação parcial: 7 de novembro de 2017
*7ª avaliação parcial: 26 de novembro de 2017
*8ª avaliação parcial: 3 de dezembro de 2017

Publicado em Datamisses, Numb3rs, Outras Venezuelas, Projetos especiais | Marcado com , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Estatísticas de países estreantes, ausentes e retornos das 66 edições do concurso de Miss Universo que já foram realizadas


Quantidade de retornos é igual a concursos de 1968, 1989 e 2008

Da redação TV em Análise

Frazer Harrison/Getty Umages/26.11.2017


A 66ª edição do concurso de Miss Universo, realizada no domingo, 26 de novembro, no teatro The AXIS do Planet Hollywood Resort and Casino, em Las Vegas, registrou além do recorde de 92 candidatas outros dados importantes. O número de países que retornaram à disputa se igualou ao verificado em 1968 (Miami Beach), 1989 (Caucún) e 2008 (Nha Trang). Nessas ocasiões, como agora, 10 países e territórios retornaram à disputa. A ausência mais longa foi a do Iraque, que estava há 45 anos sem competir. Sua única participação foi em 1972. No entanto, o número de países que retornaram ao Miss Universo para a edição de 2017 caiu 23,07% em comparação a 2016, que registrou o retorno de 13 países e territórios à disputa.
Em relação à 65ª edição do Miss Universo, realizada em janeiro, nas Filipinas, o número de países ausentes recuou de oito para sete, já considerando a desistência de Serra Leoa antes das preliminares. Houve uma queda de 12,5% no número de coordenações nacionais que não realizaram suas aclamações ou concursos para a escolha de candidatas para o Miss Universo 2017 em relação ao Miss Universo 2016. Além de Serra Leoa, os desistentes da vez foram Belize, Dinamarca, Hungria, Kosovo, Quênia e Suíça.
Em comparação com o Miss Universo 2016, o Miss Universo 2017 registrou um aumento de 200% no número de países estreantes – de apenas um em Pasay (região metropolitana de Manila), subiu para três. Os dados apresentados nesta matéria fazem parte dos números finais de países estreantes, ausentes e retornos da 66ª edição do Miss Universo apresentados pela Miss Universe Organization e atualizados no dia 20 de novembro de 2017. Os dados detalhados de estreias, ausências e retornos de países e territórios em cada uma das 66 edições já realizadas do Miss Universo estão na tabela abaixo

 
Ano Estreantes Ausentes Retornos
1952 30 0 0
1953 2 6 0
1954 10 7 4
1955 6 8 1
1956 4 9 2
1957 3 6 4
1958 3 8 9
1959 3 9 4
1960 4 6 11
1961 8 7 4
1962 4 7 7
1963 4 11 5
1964 4 4 9
1965 1 8 4
1966 3 8 6
1967 1 9 5
1968 3 3 10
1969 0 5 1
1970 1 2 4
1971 0 7 3
1972 2 6 5
1973 1 6 4
1974 3 2 3
1975 4 5 7
1976 4 6 3
1977 7 3 4
1978 2 12 5
1979 3 7 4
1980 2 12 4
1981 3 3 7
1982 1 4 5
1983 2 3 3
1984 0 4 5
1985 1 8 5
1986 1 7 4
1987 3 14 2
1988 0 9 7
1989 1 1 10
1990 1 7 1
1991 4 14 11
1992 2 8 11
1993 3 7 5
1994 3 8 3
1995 3 6 8
1996 0 9 6
1997 1 8 3
1998 0 4 9
1999 1 6 8
2000 1 12 6
2001 1 9 6
2002 2 11 5
2003 1 10 5
2004 3 5 11
2005 1 8 8
2006 1 7 11
2007 3 17 5
2008 1 8 10
2009 0 6 9
2010 0 10 8
2011 0 2 8
2012 2 6 4
2013 1 9 5
2014 0 7 9
2015 0 12 4
2016 1 8 13
2017 3 7 10
Publicado em Datamisses, Numb3rs, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

O quadro oficial de notas das 16 classificadas da 66ª edição do Miss Universo nas etapas de trajes de gala, banho e entrevistas


Brasileira Monalysa Alcântara acabou na sétima colocação

Da redação TV em Análise

Frazer Harrison/Getty Images/26.11.2017


De acordo com o levantamento as notas oficiais do Miss Universo 2017 feito pelo perfil de YouTube Miss Universe Best Moments, divulgado na manhã desta segunda-feira (4), a brasileira Monalysa Alcântara, 18, terminou na sétima colocação sua participação no concurso. A piauiense obteve média geral de 9,025, considerando apenas suas participações nas etapas de traje de banho, onde ficou em sexto lugar, e de traje de gala, onde acabou em sétimo lugar.
A vencedora da disputa, a sul-africana Demi-Leigh Nel-Peters, 22, terminou a disputa com média geral de 9,525, após a tabulação das notas pela redação do TV em Análise Críticas. A nota da pergunta final foi decisiva para que Demi encerrasse um jejum de 14.370 dias sem títulos de Miss Universo para a África do Sul, iniciado em 1978. Os quadros detalhados de notas da 66ª edição do Miss Universo estão nas tabelas abaixo

NOTAS POR SEGMENTO
Candidata/País Banho Gala Temática Final Média
Maria Lynn Ehren (THA) 9,395 9,150 8,900 9,143
Christina Peiris (SRI) 8,600 8,600
Ruth Quashie (GHA) 8,550 8,550
Demi-Leigh Nel-Peters (RSA) 9,600 9,750 9,400 9,550 9,525
Sofía del Prado (ESP) 8,900 8,125 8,512
Cailín Áine Ní Toibín (IRL) 7,850 7,850
Shanaelle Petty (CRO) 8,150 8,150
Anna Burdzy (GBR) 8,100 8,100
Laura Ospina (COL) 9,650 9,650 9,200 9,350 9,462
Kára McCullough (USA) 9,150 8,550 8,850
Monalysa Alcântara (BRA) 9,350 8,700 9,025
Lauren Howe (CAN) 8,750 8,300 8,525
Rachel Peters (PHI) 9,400 9,050 9,225
Keysi Sayago (VEN) 9,550 9,450 8,750 9,250
Davina Bennett (JAM) 9,005 9,300 9,200 9,100 9,151
Roxy Qiu Qiang (CHN) 8,400 8,400
CLASSIFICAÇÃO FINAL POR ´MÉDIA GERAL
Posição Candidata/País nOTA
1 Demi-Leigh Nel-Peters (RSA) 9,525
2 Laura Ospina (COL) 9,462
3 Keysi Sayago (VEN) 9,250
4 Rachel Peters (PHI) 9,225
5 Davina Bennett (JAM) 9,151
6 Maria Lynn Ehren (THA) 9,143
7 Monalysa Alcântara (BRA) 9,025
8 Kára McCullough (USA) 8,850
9 Christina Peiris (SRI) 8,600
10 Ruth Quashie (GHA) 8,550
11 Lauren Howe (CAN) 8,525
12 Sofía del Prado (ESP) 8,512
13 Roxy Qiu Qiang (CHN) 8,400
14 Shanaelle Petty (CRO) 8,150
15 Anna Burdzy (GBR) 8,100
16 Cailín Áine Ní Toibín (IRL) 7,850
NOTAS POR SEGMENTO – TRAJE DE BANHO
Candidata/País Nota
1 Laura Ospina (COL) 9,650
2 Demi-Leigh Nel-Peters (RSA) 9,600
3 Keysi Sayago (VEN) 9,550
4 Rachel Peters (PHI) 9,400
5 Maria Lynn Ehren (THA) 9,395
6 Monalysa Alcântara (BRA) 9,350
7 Kára McCullough (USA) 9,150
8 Davina Bennett (JAM) 9,005
9 Sofía del Prado (ESP) 8,900
10 Lauren Howe (CAN) 8,750
11 Christina Peiris (SRI) 8,600
12 Ruth Quashie (GHA) 8,550
13 Roxy Qiu Qiang (CHN) 8,400
14 Shanaelle Petty (CRO) 8,150
15 Anna Burdzy (GBR) 8,100
16 Cailín Áine Ní Toibín (IRL) 7,850
NOTAS POR SEGMENTO – TRAJE DE GALA
Posição Candidata/País Nota
1 Demi-Leigh Nel-Peters (RSA) 9,750
2 Laura Ospina (COL) 9,650
3 Keysi Sayago (VEN) 9,450
4 Davina Bennett (JAM) 9,300
5 Maria Lynn Ehren (THA) 9,150
6 Rachel Peters (PHI) 9,050
7 Monalysa Alcântara (BRA) 8,700
8 Kára McCullough (USA) 8,550
9 Lauren Howe (CAN) 8,300
10 Sofía del Prado (ESP) 8,125
NOTAS POR SEGMENTO – PERGUNTA TEMÁTICA
Posição Candidata/País Nota
1 Demi-Leigh Nel-Peters (RSA) 9,400
2 Laura Ospina (COL) 9,200
5 Keysi Sayago (VEN) 8,750
4 Maria Lynn Ehren (THA) 8,900
3 Davina Bennett (JAM) 9,200
NOTAS POR SEGMENTO – PERGUNTA FINAL
Posição Candidata/País Nota
1 Demi-Leigh Nel-Peters (RSA) 9,550
2 Laura Ospina (COL) 9,350
3 Davina Bennett (JAM) 9,100
Publicado em Datamisses, Numb3rs, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Primeira viagem internacional de Demi-Leigh Nel-Peters após a eleição como Miss Universo 2017 será com o resto do top 16


Brasileira Monalysa Alcântara está no grupo, convidado pelo Departamento de Turismo do país para um evento de Natal, a ser realizado em Manila

Da redação TV em Análise

Frazer Harrison/Getty Images/26.11.2017


O primeiro compromisso internacional da Miss Universo 2017, a sul-africana Demi-Leigh Nel-Peters, 22, já tem data para acontecer. Nesta terça-feira (5), Demi e as outras 15 semifinalistas e finalistas da 66ª edição do concurso de Miss Universo, realizada no domingo passado (26), no The AXIS, em Las Vegas, são esperadas para um evento de Natal promovido pelo Departamento de Turismo das Filipinas (DOT, na sigla em inglês). A informação foi confirmada pela Miss Universe Organization em suas redes sociais oficiais.
A brasileira Monalysa Alcântara, 18, que ficou entre as 10 semifinalistas do Miss Universo 2017, também está no grupo que embarcará para Manila a partir desta segunda-feira (4). O convite foi feito pelo DOT à MUO na semana que antecedeu o concurso.
Em Manila, as misses serão recebidas por Rachel Peters, 26, que ficou entre as 10 semifinalistas na competição de trajes de gala, junto com Mona. As candidatas participarão de eventos de Natal, que incluirão um desfile de moda e uma sessão de autógrafos. Os detalhes dos eventos não foram revelados.

Patrick Gray/AFP/Getty Images

Também está no grupo a Miss Universo 2016, Iris Mittenaere, 24, eleita em 30 de janeiro em Pasay (região metropolitana de Manila) e cujo reinado durou 300 dias até a eleição de Demi-Leigh. Ela fará uma visita de agradecimento ao povo e às autoridades filipinas que a acolheram durante seus 23 dias de permanência no país para o 65º Miss Universo.

Publicado em Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Os detalhes da audiência americana do Miss Universo 2017 que ainda não foram contados por preguiça da imprensa tradicional


Concurso foi o 41º programa de maior média domiciliar, 39º na média 18-49 e 42º em total de telespectadores na semana encerrada em 26 de novembro

Da redação TV em Análise

Frazer Harrison/Getty Images/26.11.2017


A 66ª edição do Miss Universo entrou para a história da televisão norte-americana se mantendo como um dos 100 programas mais vistos nas redes abertas em sua semana de realização e transmissão. De acordo com a Nielsen Media Research, o evento transmitido pela FOX ocupou a 41ª colocação em média domiciliar (2,6/4), a 39ª na média entre os telespectadores na faixa de 18 a 49 anos (1.11/4) e o 42º lugar em total de telespectadores (4,462 milhões).
De meia em meia hora, o Miss Universo teve as seguintes médias e shares domiciliares:

 
Faixa Média Share
19h 2,3 4
19h30 2,6 4
20h 3,1 5
20h30 3,4 5
21h 3,8 6
21h30 4,1 6

Os dados semanais são relativos à semana de 20 a 26 de novembro de 2017 e cobrem o público norte-americano de TV aberta. A faixa de 18 a 49 anos é considerada essencial para as decisões do mercado publicitário.
Nos sub demos, o público que teve maior participação nos resultados de audiência do Miss Universo 2017 foi o feminino na faixa de 18 a 49 anos, com participação de 4%, contra 3% do público masculino dessa mesma faixa. Telespectadores acima de 50 anos tiveram participação de 4%. É esse público mais fiel ao Miss Universo que dá sustentação de audiência que o concurso ainda tem no mercado americano. O que faz o Miss Universo sobreviver, em sua grande parte, são os contratos internacionais de transmissão. Nas Filipinas, por exemplo, o concurso teve média domiciliar de 23,9, de acordo com a Kantar Media. No Brasil, a Band obteve média domiciliar de 1,5 ponto nos dois mercados mais regulares de divulgação de audiência da Kantar Ibope Media – São Paulo e Recife. Foi uma média 1,1 ponto menor que a consolidada na exibição americana da FOX.
Tais dados demonstram o quanto a imprensa especializada tradicional em televisão (incluindo blogueiros supostamente “independentes”, paus mandados de monopólios e cartéis da mídia velhaca e áulica de ladrões de ocasião e presidentes enrascados até o pescoço com acusações de organização criminosa) se mostrou ignorante e microcéfala no trato da discussão da audiência de um evento da importância do Miss Universo.

Publicado em Eventos, Ibopes da vida, Numb3rs, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Quem suceder Kára McCullough no Miss USA 2018 deverá ter o sexto maior tempo de preparação para disputar Miss Universo


Vencedora terá intervalo maior que o de Erin Brady em quatro dias

Da redação TV em Análise

Miss Universe Organization/Divulgação/16.06.2013


Com a movimentação já avançada dos concursos estaduais e a marcação quase certa da final nacional para o dia 29 de abril, a 67ª edição do concurso de Miss USA reservará à vencedora um intervalo menor de preparação para o Miss Universo em comparação ao que teve Kára McCullough, 26, para o Miss Universo 2017. A representante do Distrito de Columbia teve 195 dias para se preparar para a disputa internacional, realizada há uma semana, em Las Vegas, sede também do Miss USA 2017 e, na certa, também do Miss USA 2018.
De acordo com levantamento histórico feito pela redação do TV em Análise Críticas, a candidata que suceder Kára como Miss USA terá 149 dias para se preparar para o Miss Universo 2018, que acontecerá no dia 26 de setembro, no Centro de Convenções 27 de Janeiro, em Lima (Peru). Será um intervalo quatro dias maior que o que Erin Brady teve entre sua eleição como Miss USA 2013 e sua participação no Miss Universo 2013, realizado no dia 9 de novembro, em Moscou. Na ocasião, Brady, assim como Kára, terminou entre as 10 semifinalistas na etapa de trajes de gala. Caso as datas apresentadas efetivamente se confirmem, esse será o sexto maior tempo de preparação de uma americana para o Miss Universo, como pode se notar na tabela abaixo

 
Ano Data do Miss USA Data do Miss Universo Intervalo
1952 27 de junho 28 de junho 1 dia
1953 16 de junho 17 de junho 1 dia
1954 24 de julho 24 de julho mesmo dia
1955 20 de julho 22 de julho 2 dias
1956 18 de julho 20 de julho 2 dias
1957 17 de julho 19 de julho 2 dias
1958 23 de julho 26 de julho 3 dias
1959 22 de julho 24 de julho 2 dias
1960 7 de julho 9 de julho 2 dias
1961 13 de julho 15 de julho 2 dias
1962 12 de julho 14 de julho 2 dias
1963 17 de julho 20 de julho 3 dias
1964 29 de julho 1º de agosto 3 dias
1965 4 de junho 24 de julho 49 dias
1966 21 de maio 16 de julho 55 dias
1967 20 de maio 15 de julho 55 dias
1968 18 de maio 13 de julho 55 dias
1969 24 de maio 19 de julho 55 dias
1970 16 de maio 11 de julho 55 dias
1971 22 de maio 24 de julho 62 dias
1972 20 de maio 29 de julho 69 dias
1973 28 de maio 21 de julho 53 dias
1974 18 de maio 20 de julho 62 dias
1975 17 de maio 19 de julho 62 dias
1976 15 de maio 11 de julho 56 dias
1977 14 de maio 16 de julho 62 dias
1978 29 de abril 24 de julho 85 dias
1979 30 de abril 20 de julho 80 dias
1980 15 de maio 8 de julho 53 dias
1981 21 de maio 20 de julho 59 dias
1982 13 de maio 26 de julho 73 dias
1983 21 de maio 11 de julho 50 dias
1984 17 de maio 9 de julho 52 dias
1985 13 de maio 15 de julho 52 dias
1986 20 de maio 21 de julho 61 dias
1987 17 de fevereiro 27 de maio 98 dias
1988 1º de março 24 de maio 83 dias
1989 28 de fevereiro 23 de maio 83 dias
1990 2 de março 15 de abril 43 dias
1991 22 de fevereiro 17 de maio 83 dias
1992 7 de fevereiro 8 de maio 90 dias
1993 19 de fevereiro 21 de maio 60 dias
1994 11 de fevereiro 20 de maio 97 dias
1995 10 de fevereiro 12 de maio 90 dias
1996 2 de fevereiro 17 de maio 104 dias
1997 5 de fevereiro 16 de maio 109 dias
1998 10 de março 12 de maio 62 dias
1999 4 de fevereiro 26 de maio 110 dias
2000 4 de fevereiro 12 de maio 86 dias
2001 2 de março 11 de maio 69 dias
2002 1º de março 29 de maio 88 dias
2003 24 de março 3 de junho 70 dias
2004 12 de abril 1º de junho 49 dias
2005 11 de abril 31 de maio 49 dias
2005 21 de abril 23 de julho 92 dias
2007 23 de março 28 de maio 58 dias
2008 11 de abril 14 de julho 93 dias
2009 19 de abril 23 de agosto 125 dias
2010 16 de maio 23 de agosto 98 dias
2011 19 de junho 12 de setembro 84 dias
2012 3 de junho 19 de dezembro 198 dias
2013 16 de junho 9 de novembro 145 dias
2014 8 de junho 25 de janeiro de 2015 230 dias
2015 12 de julho 20 de dezembro 160 dias
2016 5 de junho 30 de janeiro de 2017 238 dias
2017 14 de maio 26 de novembro 195 dias
2018 29 de abril 26 de setembro(*) 149 dias(**)

(*)Data projetada
(**)Tempo estimado entre um concurso e outro

Publicado em Datamisses, Jóia da coroa, Outras Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo | Marcado com , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário