Las Vegas pode perder para Phoenix a sede da 66ª edição do Miss Universo, mantida para 26 de novembro, segundo fonte


Candidatas devem chegar à capital do Arizona entre 1º e de 5 de novembro

Da redação TV em Análise

Getty Images


Antes tida como opção natural para sediar a 66ª edição do Miss Universo, Las Vegas perdeu essa condição a julgar por uma postagem publicada no perfil Miss Venezuela – MV La Nueva Era na tarde da quarta-feira (16). De acordo com a publicação, o concurso deverá ocorrer em Phoenix, capital do Arizona. A data, antes especulada para entre 17 de dezembro ou 14 de janeiro de 2018, passou a ser fixada para 26 de novembro. A Miss Universe Organization já despachou e-mail para todas as 105 coordenações nacionais filiadas informando da data. A escolha de Phoenix como sede do Miss Universo 2017, no entanto, ainda não foi oficializada pelas assessorias da MUO e da rede de televisão FOX, responsável pela geração internacional do certame.
Para que Phoenix levasse a sede do Miss Universo 2017, pesou a favor a realização do Miss Teen USA no Symphony Hall, no dia 29 de julho. A sede do concurso adolescente do Miss USA tem capacidade para 2.300 espectadores, mas essa opção não deverá ser levada em conta pela MUO. Devido à presença de candidatas internacionais e de suas torcidas, a necessidade de um local de maior capacidade deve obrigar a organização do Miss Universo a ir atrás de uma arena ou casa de espetáculos com maior espaço para o cenário virtual (maior que o usado no Miss Teen USA), as gruas de transmissão, os lances de palco, as possíveis estruturas temporárias de arquibancada (a exemplo do que foi feito no Miss Universo 2011, em São Paulo) e as posições de jurados. No entanto, não existem em Phoenix outras casas de espetáculos ou teatros que atendam à demanda exigida de público para o Miss Universo 2017. Geralmente, o Miss Universo costuma pegar casas de espetáculos com capacidade acima de 7 mil espectadores. Quando o concurso ocorreu em um resort de Nassau, em 23 de agosto de 2009, teve de se fazer uma adaptação no salão de festas para caberem ali 3.000 espectadores, a fim de atender às necessidades das coordenações nacionais e das torcidas das 83 candidatas lá presentes.
De acordo com um vídeo que circula em algumas redes sociais, a transmissão do Miss Universo 2017 deverá começar às 19h, pelo horário da costa leste americana (22h, pelo horário brasileiro de verão). Oficialmente, a FOX e a MUO não confirmam nem desmentem esse horário. Caso seja confirmado, a Band corre sério risco de transmitir o certame gravado, depois da 0h, para não prejudicar o humorístico Pânico na Band. Apenas o canal pago TNT deverá transmitir o evento ao vivo, às 22h.
Segundo outras fontes, a programação das candidatas em Phoenix deverá começar após os desembarques, entre os dias 1º e 5 de novembro. Duas datas estão sendo trabalhadas para a realização das preliminares – 21 ou 22 de novembro, no teatro da final televisionada. A intenção da MUO é promover o Miss Universo pela primeira vez no final de semana do feriado nacional de Ação de Graças.
Se confirmada, Phoenix deverá ser a oitava cidade americana a receber o Miss Universo. As outras foram Long Beach (1952-1959), Miami Beach (1960-1971 e 1997), Nova York (1981), Saint Louis (1983), Miami (1984, 1985 e 2014), Los Angeles (1990 e 2006) e Las Vegas (1991, 1996, 2010, 2012 e 2015).

Publicado em Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo | Marcado com , , , , , , , , , | 1 Comentário

EXCLUSIVO: O último panorama de audiência dos boletins das candidatas estaduais do Miss Brasil 2017 veiculados pela Band


Perfil de piauiense e de amapaense foi o segundo mais visto da temporada

Da redação TV em Análise

Rafael Galvão/GP1/15.07.2017


Apesar de ter registrado um crescimento de 56,94% em relação à semana anterior, o último boletim que a Rede Bandeirantes apresentou com as candidatas estaduais ao Miss Brasil 2017 fez o escopo do projeto registrar queda de 21,90% na média de telespectadores em relação ao ciclo do Miss Brasil 2016. De acordo com dados da Kantar Ibope Media relativos ao Painel Nacional de Televisão (PNT), o público acumulado dos 16 boletins com as candidatas do Miss Brasil 2017 teve queda de 3,88% em relação ao ciclo do Miss Brasil 2016, que teve 13 boletins.
O material que apresentou as candidatas do Piauí, Monalysa Alcântara, e do Amapá, Jessica Pacheco, veiculado no horário nobre do sábado (5), a quatro dias dos desembarques das misses em São Paulo, registrou o segundo maior público dentre os 10 boletins mais vistos e igualou a média individual de 0,4 ponto obtida com o boletim das candidatas do Espírito Santo, Stephany Pim, e de Roraima, Nathalia Lago, veiculado em 6 de maio. Cada ponto equivale a 688.211 telespectadores em 245.702 domicílios nos 15 mercados do PNT. Outras informações de audiência do material das misses estão na tabela abaixo

 
Data Candidata(s) Espectadores Média
(individual)
1º/4/2017 Karen Porfiro (SP) 186.880 0,3
29/4/2017 Jeovanca Nascimento (GO)
Caroline Oliveira (BA)
199.710 0,3
6/5/2017 Stephany Pim (ES)
Nathália Lago (RR)
283.370 0,4
13/5/2017 Beatriz Nazareno (MA)
Isabela Cavalcante (MS)
219.100 0,3
20/5/2017 Kailane Amorim (AC) 173.420 0,2
27/5/2017 Juliana Soares (AM) 147.100 0,2
3/6/2017 Milena Balza (RN)
Iully Thaísa (PE)
168.340 0,2
10/6/2017 Maria Clara Vicco (RO) 154.480 0,2
17/6/2017 Isabel Correa (RJ) 158.380 0,2
24/6/2017 Alexia Duarte (CE)
Saiury Carvalho (SE)
205.560 0,3
1º/7/2017 Patricia Garcia (PR)
Aline Fontes (MT)
247.130 0,3
8/7/2017 Islane Machado (TO)
Stefany Figueiredo (PA)
186.190 0,3
15/7/2017 Jéssica Porto (MG)
Larissa Holanda (PB)
234.240 0,3
22/7/2017 Stephane Dias (DF)
Nathália Pastoura (AL)
213.680 0,3
29/7/2017 Tamiris Ficht (SC)
Juliana Mueller (RS)
158.240 0,2
5/8/2017 Monalysa Alcântara (PI)
Jéssica Pacheco (AP)
248.350 0,4
Acumulado 3.184.270 4,6
Média até 5/8/2017 199.016 0,3
Acumulado em 2016 3.313.090 4,8
Média em 2016 254.853 0,4
OS 10 BOLETINS MAIS VISTOS
Posição Candidata(s) Espectadores Média
(individual)
1 Stephany Pim (ES)
Nathália Lago (RR)
283.370 0,4
2 Monalysa Alcântara (PI)
Jéssica Pacheco (AP)
248.350 0,4
3 Patricia Garcia (PR)
Aline Fontes (MT)
247.130 0,3
4 Jéssica Porto (MG)
Larissa Holanda (PB)
234.240 0,3
5 Beatriz Nazareno (MA)
Isabela Cavalcante (MS)
219.100 0,3
6 Stephane Dias (DF)
Nathália Pastoura (AL)
213.680 0,3
7 Alexia Duarte (CE)
Saiury Carvalho (SE)
205.560 0,3
8 Jeovanca Nascimento (GO)
Caroline Oliveira (BA)
199.710 0,3
9 Karen Porfiro (SP) 186.880 0,3
10 Islane Machado (TO)
Stefany Figueiredo (PA)
186.190 0,3
Publicado em Datamisses, Ibopes da vida, Nossas Venezuelas, Numb3rs, Projetos especiais | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Quirguistão tem sua estreia descartada no Miss Universo 2017


Número de países confirmados cai para 85

Da redação TV em Análise

Akipress/10.04.2017


Apesar de alardeada, a estreia do Quirguistão no concurso de Miss Universo não deve acontecer, ao menos para a 66ª edição. De acordo com a Miss Universe Organization, a coordenação nacional não apresentou o nome de uma candidata que possa representar a ex-república soviética, tampouco pagou a taxa de franquia. A vaga do Quirguistão no Miss Universo 2017 será preenchida por outro país, a ser definido entre Argentina, China, Kosovo, Quênia ou Tanzânia.
Com essa baixa, o número de países confirmados no Miss Universo 2017 caiu de 86 para 85 (o que equivale a 80,95% das 105 coordenações nacionais ativas junto à MUO). O nome do Quirguistão já foi retirado do verbete da Wikipedia para o certame, que deverá acontecer em Las Vegas numa das datas a serem escolhidas: 17 de dezembro ou 14 de janeiro de 2018. Begimay Karybekova, 19, estava cotada para representar o país na disputa. A lista atualizada de países confirmados no 66º Miss Universo é esta

-Albânia
-Angola
-Aruba
-Austrália
-Áustria
-Bahamas
-Barbados
-Belize
-Bélgica
-Bolívia
-Brasil
-Ilhas Virgens Britânicas
-Camboja
-Canadá
-Ilhas Cayman
-Chile
-Colômbia
-Costa Rica
-Croácia
-Curaçao
-República Tcheca
-República Dominicana
-Equador
-Egito
-El Salvador
-Finlândia
-França
-Geórgia
-Alemanha
-Gana
-Grã-Bretanha
-Grécia
-Guam
-Guatemala
-Guiana
-Haiti
-Honduras
-Islândia
-Índia
-Indonésia
-Irlanda
-Israel
-Jamaica
-Japão
-Cazaquistão
-Coreia (do Sul)
-Laos
-Malásia
-Malta
-Maurício
-México
-Montenegro
-Mianmar
-Namíbia
-Holanda
-Nova Zelândia
-Nicarágua
-Nigéria
-Noruega
-Panamá
-Paraguai
-Peru
-Filipinas
-Polônia
-Portugal
-Porto Rico
-Rússia
-Sérvia
-Serra Leoa
-Cingapura
-Eslováquia
-Eslovênia
-África do Sul
-Espanha
-Sri Lanka
-Santa Lúcia
-Suécia
-Tailândia
-Trinidad e Tobago
-Turquia
-Ucrânia
-Estados Unidos
-Venezuela
-Vietnã
-Zâmbia
Publicado em Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Mesmo com data do Miss Universo em aberto, FOX já definiu todo o cronograma de estreias da grade da fall-season 2017


Futebol americano universitário abre temporada no dia 2 de setembro

Da redação TV em Análise

Michael Hickey/Getty Images


Embora não tenha fechado questão sobre em que data vai transmitir a 66ª edição do Miss Universo, a FOX, rede de televisão aberta que detém os direitos de transmissão do concurso, fechou o cronograma de estreias de programação artística para a fall-season 2017, porta de entrada para novas séries aprovadas antes do upfront que realizou na manhã seguinte à realização do Miss USA 2017. Com todos os diretores da Miss Universe Organization à época ainda em Las Vegas, sede da etapa americana do Miss Universo 2017, a FOX evitou no comunicado de imprensa da temporada 2017-2018 falar na continuidade do Miss Universo e do Miss USA para o ciclo televisivo que está prestes a começar. Deixou para depois decisões como a relacionada ao Teen Choice Awards, que já aconteceu no último domingo (13), sem nenhum alarde.
Pelo planejamento da FOX, a fall season não começará com séries roteirizadas, mas com uma transmissão de futebol americano universitário na noite do sábado, 2 de setembro. A programação roteirizada começa a ter suas estreias no domingo, 10 de setembro. Três novas séries – The Orville, Ghosted e The Gidted – passam a fazer parte da grade. Outras três séries – 9-1-1, The Resident e LA to Vegas – foram colocadas no planejamento da mid-season 2018, a partir de janeiro, na época que o Miss Universo talvez vier a ocorrer. Todas as seis novas séries da FOX para a temporada 2017-2018 tem distribuição internacional da 20th Century Fox Television.
Como o TV em Análise Críticas já noticiou, a FOX e a MUO trabalham com duas opções de data para a realização do Miss Universo 2017 – 17 de dezembro ou 14 de janeiro de 2018. O último concurso nacional da temporada acontece no dia 2 de dezembro, no Vietnã, país que recebeu o Miss Universo em 14 de julho de 2008. O Brasil vai eleger sua candidatas neste sábado (19), em Ilhabela.
Abaixo, o cronograma de estreias da FOX para a fall-season 2017. Os horários de exibição (menos os de eventos esportivos) são das costa leste e oeste americanas

2/9 (sábado)
20h (17h)-FOX Sports Saturday/FOX College Football – Purdue x Louisville

10/9 (domingo)
20h-The Orville – estreia, parte 1

17/9 (domingo)
20h-The Orville – estreia, parte 2

26/9 (3ª feira)
20h-Lethal Weapon – estreia da 2ª temporada
21h-The Mick – estreia da 2ª temporada
21h30-Brooklyn Nine-Nine – estreia da 5ª temporada

27/9 (4ª feira)
20h-Empire – estreia da 4ª temporada
21h-Star – estreia da 2ª temporada

28/9 (5ª feira)
20h-Gotham – estreia da 4ª temporada
21h-The Orville – estreia de horário

29/9 (6ª feira)
20h-Hell’s Kitchen – estreia da 17ª temporada
21h-The Exorcist – estreia da 2ª temporada

1º/10 (domingo)
19h30-Bob’s Burgers – estreia da 8ª temporada
20h-The Simpsons – estreia da 29ª temporada
20h30-Ghosted – estreia
21h-Family Guy – estreia da 15ª temporada
21h30-The Last Man on Earth – estreia da 4ª temporada

2/10 (2ª feira)
20h-Lucifer – estreia da 3ª temporada
21h-The Gifted – estreia

Publicado em Programação, Projetos especiais, Séries | Marcado com , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

EXCLUSIVO: Sai a primeira avaliação geral do Críticas para o Miss Brasil 2017, após a chegada das candidatas a Ilhabela


Isabel Correa, Tamiris Ficht e Karen Porfiro passam a medir forças

Da redação TV em Análise

Fotos Organização Miss Brasil Universo/Polishop/Divulgação


A cinco dias da realização da 63ª edição do Miss Brasil, no Teatro Vermelhos, a disputa pelas três primeiras colocações no ranking de favoritas do TV em Análise Críticas passou a ganhar contornos ainda mais importantes, com a divulgação das fotos oficiais de trajes de banho de todas as 27 candidatas. Polarizada entre a fluminense Isabel Correa, a catarinense Tamiris Ficht e a paulista Karen Porfiro, a disputa das três primeiras colocações virou um jogo de xadrez que desfavoreceu a piauiense Monalysa Alcântara, que caiu da segunda para a quarta colocação.
Com jejuns de títulos que variam de 12 (Santa Catarina) a 36 anos (Rio de Janeiro), o primeiro top 3 da fase de avaliações gerais do Miss Brasil 2017 é uma mostra de que não deve haver mudança alguma no quadro de 15 favoritas a uma vaga entre as semifinalistas. Em alguns casos, houve também ajuste na nota de aparições de mídia, como ocorreu com Isabel. A exposição de mídia para essas candidatas já é um beneficio para a avaliação parcial a se toram após a conclusão da rodada de concursos nacionais, no domingo (20), na Guatemala. No pelotão intermediário do top 15 (antigo top 12), nada muda, exceto uma ou outra colocação em relação ao pré-embarque após o último concurso estadual. Entre o fim dos concursos estaduais e o início da programação oficial, o Cróticas não realizou nenhum tipo de avaliação. Esperou as candidatas saírem quietas de seus Estados, com as pequenas torcidas, para após as recepções em São Paulo e Ilhabela poder traçar seu primeiro panorama de notas, já lastreado no primeiro lote de fotos oficiais, com as candidatas em trajes de banho. O material de trajes de gala deverá ser divulgado mais à frente. Na avaliação final, o Críticas avaliará as 27 entrevistas de vídeo veiculadas pela Band, após a liberação dos números de audiência do último boletim. Abaixo, em ordem decrescente, as notas das 27 candidatas estaduais após os primeiros quatro dias de atividades

NOTAS DAS CANDIDATAS EM ORDEM DECRESCENTE
Foram consideradas as notas dos quesitos de traje de banho e traje de gala, além das aparições em noticiários
Candidata Traje de Banho Traje de Gala Aparições de Mídia Média Geral
Isabel Correa (RJ) 10 9,987 9,979 9,988
Tamiris Ficht (SC) 10 9,976 9,985 9,987
Karen Porfiro (SP) 9,981 10 9,978 9,986
Monalysa Alcântara (PI) 10 9,979 9,967 9,982
Alexia Duarte (CE) 9,997 9,989 9,952 9,979
Caroline Oliveira (BA) 9,987 9,978 9,972 9,979
Stephany Pim (ES) 10 9,975 9,952 9,975
Nathália Lago (RR) 10 10 9,914 9,971
Juliana Mueller (RS) 9,987 9,974 9,951 9,970
Jéssica Porto (MG) 9,997 10 9,894 9,963
Aline Fontes (MT) 10 9,987 9,897 9,961
Juliana Soares (AM) 9,994 9,899 9,965 9,952
Iully Thaísa (PE) 9,975 9,897 9,973 9,948
Jéssica Pacheco (AP) 10 9,984 9,859 9,947
Maria Clara Vicco (RO) 9,979 9,972 9,881 9,944
Milena Balza (RN) 9,985 9,979 9,859 9,941
Kailane Amorim (AC) 9,952 9,917 9,947 9,938
Larissa Holanda (PB) 9,973 9,974 9,859 9,935
Patrícia Garcia (PR) 10 9,895 9,899 9,931
Islane Machado (TO) 9,895 9,974 9,915 9,928
Nathália Pastoura (AL) 10 9,978 9,799 9,925
Stefany Figueiredo (PA) 9,984 9,859 9,897 9,913
Saiury Carvalho (SE) 9,894 9,974 9,854 9,907
Beatriz Nazareno (MA) 9,979 9,968 9,763 9,903
Isabela Cavalcante (MS) 9,967 9,871 9,861 9,899
Jeovanca Nascimento (GO) 9,979 9,858 9,839 9,892
Stephane Dias (DF) 9,979 9,855 9,759 9,865
NOTAS DAS CANDIDATAS EM ORDEM ALFABÉTICA
Foram consideradas as notas dos quesitos de traje de banho e traje de gala, além das aparições em noticiários
Candidata Traje de Banho Traje de Gala Aparições de Mídia Média Geral
Kailane Amorim (AC) 9,952 9,917 9,947 9,938
Nathália Pastoura (AL) 10 9,978 9,799 9,925
Jéssica Pacheco (AP) 10 9,984 9,859 9,947
Juliana Soares (AM) 9,994 9,899 9,965 9,952
Caroline Oliveira (BA) 9,987 9,978 9,972 9,979
Alexia Duarte (CE) 9,997 9,989 9,952 9,979
Stephane Dias (DF) 9,979 9,855 9,759 9,865
Stephany Pim (ES) 10 9,975 9,952 9,975
Jeovanca Nascimento (GO) 9,979 9,858 9,839 9,892
Beatriz Nazareno (MA) 9,979 9,968 9,763 9,903
Aline Fontes (MT) 10 9,987 9,897 9,961
Isabela Cavalcante (MS) 9,967 9,871 9,861 9,899
Jéssica Porto (MG) 9,997 10 9,894 9,963
Stefany Figueiredo (PA) 9,984 9,859 9,897 9,913
Larissa Holanda (PB) 9,973 9,974 9,859 9,935
Patrícia Garcia (PR) 10 9,895 9,899 9,931
Iully Thaísa (PE) 9,975 9,897 9,973 9,948
Monalysa Alcântara (PI) 10 9,979 9,967 9,982
Isabel Correa (RJ) 10 9,987 9,979 9,988
Milena Balza (RN) 9,985 9,979 9,859 9,941
Juliana Mueller (RS) 9,987 9,974 9,951 9,970
Maria Clara Vicco (RO) 9,979 9,972 9,881 9,944
Nathália Lago (RR) 10 10 9,914 9,971
Tamiris Ficht (SC) 10 9,976 9,985 9,987
Karen Porfiro (SP) 9,981 10 9,978 9,986
Saiury Carvalho (SE) 9,894 9,974 9,854 9,907
Islane Machado (TO) 9,895 9,974 9,915 9,928

Após a rodada, o quadro de 15 favoritas a uma vaga entre as semifinalistas (considerando o padrão adotado pela Organização Miss Brasil Universo) é este:

-Isabel Correa (RJ)-9,988
-Tamiris Ficht (SC)-9,987
-Karen Porfiro (SP)-9,986
-Monalysa Alcântara (PI)-9,982
-Alexia Duarte (CE)-9,979
-Caroline Oliveira (BA)-9,979
-Stephany Pim (ES)-9,975
-Nathália Lago (RR)-9,971
-Juliana Mueller (RS)-9,970
-Jéssica Porto (MG)-9,963
-Aline Fontes (MT)-9,961
-Juliana Soares (AM)-9,952
-Iully Thaísa (PE)-9,948
-Jéssica Pacheco (AP)-9,947
-Maria Clara Vicco (RO)-9,944

-Milena Balza (RN)-9,941
-Kailane Amorim (AC)-9,938
-Larissa Holanda (PB)-9,935
-Patrícia Garcia (PR)-9,931
-Islane Machado (TO)-9,928
-Nathália Pastoura (AL)-9,925
-Stefany Figueiredo (PA)-9,913
-Saiury Carvalho (SE)-9,907
-Beatriz Nazareno (MA)-9,903
-Isabela Cavalcante (MS)-9,899
-Jeovanca Nascimento (GO)-9,892
-Stephane Dias (DF)-9,865

As notas de avaliação foram ponderadas a partir da verificação de noticiário, redes sociais e iconografia fotográfica das candidatas realizadas pela redação do Críticas após o início da programação oficial no dia 14 de agosto de 2017. Vale ressaltar que esta sondagem não reflete, necessariamente, a classificação oficial para as semifinais do Miss Brasil 2017, bem como para suas etapas classificatórias posteriores (trajes de banho, trajes de gala e entrevistas finais).

Avaliações anteriores
*1ª avaliação parcial: 26 de março de 2017
*2ª avaliação parcial: 19 de abril de 2017
*3ª avaliação parcial: 23 de abril de 2017
*4ª avaliação parcial: 27 de abril de 2017
*5ª avaliação parcial: 7 de maio de 2017
*6ª avaliação parcial: 13 de maio de 2017
*7ª avaliação parcial: 17 de maio de 2017
*8ª avaliação parcial: 24 de maio de 2017 (com atualização por Miss RN)
*9ª avaliação parcial: 4 de junho de 2017 (com atualizações por misses RJ e SE)
*10ª avaliação parcial: 15 de junho de 2017 (com atualização por Miss PR)
*11ª avaliação parcial: 26 de junho de 2017
*12ª avaliação parcial: 3 de julho de 2017
*13ª avaliação parcial: 9 de julho de 2017
*Avaliação pré-embarque: 16 de julho de 2017

Publicado em Datamisses, Nossas Venezuelas, Numb3rs, Projetos especiais | Marcado com , , , , , , , , , , , , , | 2 Comentários

32 países e territórios estão com as datas dos concursos locais do Miss Universo 2017 confirmadas até dezembro


10 coordenações ainda não decidiram quando escolherão candidatas

Da redação TV em Análise

Ted Alibe/Getty Images/29.01.2017


De um total de 86 países confirmados na 66º edição do Miss Universo, 76 já estão totalmente garantidos na disputa. Desse total, 44 coordenações já elegeram suas candidatas e outras 32 marcaram as datas de seus concursos. Dez coordenações – Chile, Egito, Finlândia, Haiti, Índia, Nigéria, Quirguistão, Sri Lanka, Trinidad e Tobago e Turquia – ainda não fecharam questão sobre datas de seus certames.
Em termos percentuais, mais da metade do bolo de candidatas já está definido: 51,16% das 86 coordenações já tem candidata confirmada na disputa do título de Miss Universo 2017. 37,20% das coordenações marcaram as datas de seus concursos. Apenas 11,62% das coordenações nacionais confirmadas ainda não marcaram datas de certames.
Os países que já estão com candidatas eleitas para o Miss Universo 2017 são estes, obedecendo à ordem alfabética em inglês, com os nomes em português

-Albânia
-Angola
-Aruba
-Austrália
-Áustria
-Bélgica
-Bolívia
-Ilhas Virgens Britânicas
-Camboja
-Ilhas Cayman
-Colômbia
-Costa Rica
-Croácia
-Curaçao
-Equador
-El Salvador
-França
-Grã-Bretanha
-Grécia
-Indonésia
-Israel
-Japão
-Cazaquistão
-Coreia (do Sul)
-Malásia
-Malta
-México
-Montenegro
-Mianmar
-Namíbia
-Nova Zelândia
-Nicarágua
-Noruega
-Filipinas
-Porto Rico
-Rússia
-Sérvia
-África do Sul
-Santa Lúcia
-Suécia
-Tailândia
-Ucrânia
-Estados Unidos
-Venezuela

Os países que estão com datas confirmadas de etapas nacionais do Miss Universo 2017 são os seguintes, de acordo com a ordem cronológica definida pelas coordenações

-Brasil (19/8)
-Guiana (19/8)
-Guatemala (20/8)
-Panamá (25/8)
-Laos (26/8)
-Zâmbia (26/8)
-Jamaica (26/8)
-República Dominicana (26/8)
-Serra Leoa (27/8)
-Irlanda (31/8)
-Guam (1º/9)
-Gana (2/9)
-Portugal (2/9)
-Paraguai (2/9)
-Bahamas (9/9)
-Honduras (9/9)
-Belize (10/9)
-Barbados (16/9)
-Maurício (23/9)
-República Tcheca (23/9)
-Eslováquia (23/9)
-Espanha (24/9)
-Peru (24/9)
-Islândia (25/9)
-Canadá (7/10)
-Holanda (9/10)
-Alemanha (13/10)
-Eslovênia (21/10)
-Geórgia (28/10)
-Cingapura (31/10)
-Polônia (26/11)
-Vietnã (2/12)

Número de países confirmados já iguala 2006 e 2016

Caso a conta feche em 86 candidatas, o número de competidoras do Miss Universo 2017 deverá igualar os concursos de 2006 (Los Angeles) e 2016 (Manila). Esses números, empatados, são os terceiros maiores da história do certame desde sua criação, em 1952. Caso a conta da 66ª edição do Miss Universo se iguale, o concurso de Las Vegas ou Paris, com data a decidir entre 17 de dezembro ou 14 de janeiro de 2018, deve se igualar nessa quantificação de candidatas.
Os recordes estabelecidos em 2011 (São Paulo) e 2012 (Las Vegas), com 89 candidatas ainda não foram batidos na história recente do Miss Universo. A possível ausência de potências como China e Kosovo pode contribuir para o afunilamento do Miss Universo na tendência oposta a do Miss Mundo, que desde a década de 1990, tem observado aumento no número de candidatas. Passou das 100 pela primeira vez em 2003 e nunca mais ficou abaixo desse patamar. O Miss Universo não passa das 89 candidatas pensando na dinâmica enquanto produto televisivo. Mesmo depois que a WME/IMG assumiu o certame, em 14 de setembro de 2015, essa mentalidade sequer mudou. Ou as coordenações nacionais é que tem se mostrado reticentes a certos pontos do concurso.

Publicado em Datamisses, Numb3rs, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Coordenações nacionais não sabem quando o Miss Universo 2017 será realizado, por confusão criada por jornal boliviano


Desinformação colocou concurso na data do Miss Polônia 2017

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

El Deber/Reprodução


Um verdadeiro show de desinformação foi dado na manhã deste sábado (12), durante a final do concurso Miss Universo Nova Zelândia. Incautas de uma suposta carta enviada pela WME/IMG e pela Miss Universe Organization às coordenações nacionais, a direção neo-zelandesa caiu na conversa mole do jornaleco boliviano El Deber, filiado à Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP), que patrocinou a eleição fraudada de Olivia Culpo como Miss Universo 2012. De acordo com o pasquim de oposição ao presidente Evo Morales, a 66ª edição do Miss Universo “será realizada no dia 26 de novembro”, em Las Vegas. Falso. No dia 26 de novembro, ocorrerá a eleição da candidata da Polônia para o Miss Universo 2017, cuja data oficial deverá ser definida no dia 5 de setembro, após uma consulta da MUO às direções da rede de televisão FOX e da WME/IMG, controladora do concurso desde 2015.
A notícia falsa do El Deber foi replicada pela revista de fofocas colombiana TVyNovelas, que também não atentou para a realidade dos fatos. Fóruns especializados caíram na conversa e não atentaram para o calendário de concursos nacionais contido tanto na Wikipedia quanto no site oficial do Miss Universo. 26 de novembro é a data do concurso Miss Polônia 2017 e ponto. Não adianta espalharem por aí uma informação que, desde abril, se mostra vencida pelas possibilidades de realização do certame em 17 de dezembro ou 14 de janeiro de 2018. É aí que o fator Iris Mittenaere e França entra.
Com três arenas no páreo, Paris tenta tirar de Las Vegas a sexta vez que tenta receber o Miss Universo. Óbvio que nesta altura do campeonato, a jogada não será nada fácil. Diretores da MUO tem se desdobrado ao máximo para acelerar as negociações com o lado do país da atual detentora do título, que soarão inglórias, bem como o de Las Vegas, que tem na manga uma residência de três anos. Vai ser uma queda de braço bem importante.
O que nenhuma coordenação nacional deve fazer, incluída a do Brasil, é cair na conversa das notícias falsas criadas por essas publicações de baixo escalão, que visam apenas tumultuar o andamento dos concursos nacionais. Até novembro, 86 países e territórios já terão eleito suas candidatas para uma das mais equilibradas disputas de Miss Universo que já se realizaram. Melhor deixar os concursos acontecerem e esperar dezembro para mandar as candidatas. A fluidez dos certames deve ser respeitada.

Publicado em Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário