Mistério sobre empresa que assumiu concessão do concurso Miss Universo no Brasil persiste a seis dias do anúncio oficial


Redes sociais começam a funcionar amanhã

Da redação TV em Análise

Rodrigo Trevisan/Band/Miss Brasil/Divulgação/09.03.2019
A mineira Júlia Horta deverá coroar sua sucessora em estúdio por pandemia


A seis dias de seu anúncio oficial, a identidade da empresa que assumiu a concessão do concurso de Miss Universo no Brasil permanece desconhecida. De acordo com apuração do TV em Análise Críticas, um grupo de empresários bolsonaristas teria fechado com a Miss Universe Organization um contrato de cinco anos, válido até 2024, para representar os interesses do concurso no país. Os valores são mantidos em sigilo.
De acordo com o assessor de imprensa do Miss Brasil, Roberto Macedo, as redes sociais da nova coordenação brasileira do Miss Universo começam a funcionar nesta quinta-feira (2). A opção de indicar a representante brasileira no Miss Universo 2020 já está sacramentada. Outra mudança será o retorno das cores nacionais (verde e amarela), como vinha sendo adotado até 2016, para a faixa da sucessora da mineira Júlia Horta, 26, que já gravou vídeo para a organização do Miss Brasil. A coroação da indicada deverá ser em estúdio devido ao avanço da pandemia do novo coronavírus, que já matou mais de 59 mil pessoas no país, de acordo com o Consórcio de Veículos de Imprensa formado por G1, O Globo, Folha de S. Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo e Extra.
A exemplo do que ocorreu nas coordenações do SBT, Grupo Bandeirantes de Comunicação e Polishop, a sede da coordenação do Miss Brasil permanecerá em São Paulo, para que o concurso se aproxime dos grandes anunciantes. A expectativa é de que os concursos estaduais já realizados passem a valer para o Miss Brasil 2021. A nova coordenação deverá entrar em contato com os coordenadores que trabalharam com a Band até março, quando a emissora rompeu contrato vigente com a Miss Universe Organization. A nova direção do Miss Brasil já iniciou tratativas para a exibição em TV aberta do Miss Universo a partir desde ano, obedecendo a um contrato de cinco anos, válido até 2024, renováveis por mais cinco anos, até 2029. O mesmo valerá para o Miss Brasil e para os concursos estaduais.
Outros detalhes relativos à nova estrutura do Miss Brasil serão divulgados até o início de agosto, antes da aclamação da candidata nacional ao Miss Universo 2020. A montagem da nova estrutura de coordenação dos concursos estaduais levará mais tempo: devido à pandemia, o processo deve sofrer retardo de seis meses e ser iniciado em abril do próximo ano. Estes, por sua vez, tem até outubro de 2021 para fechar a estrutura dos concursos municipais, para evitar influências políticas e de organizações criminosas.
De acordo com uma fonte do Miss Brasil, “o que se tenta fabricar é uma estrutura mais idônea possível, livre das marmeladas e das fraudes de antigamente”. A coordenação será rígida com a aplicação da idade limite de 18 a 28 anos para a inscrição de candidatas. Mulheres casadas, divorciadas, grávidas ou que tenham dado à luz (mesmo solteiras), posado para ensaios de nudez ou feito vídeos eróticos (inclusive de sexo explícito) ou estar em desacordo com as boas condições de saúde requeridas não poderão participar.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Força da Grana, Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Projetos especiais e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s