Em live, Evandro Hazzy insiste em realizar o Miss Brasil 2020 e condiciona o concurso à curva dos casos do novo coronavírus


Indicação de segunda colocada no concurso passado está descartada

Da redação TV em Análise

Lenara Petenuzzo/Soup News/29.07.2019


Numa demonstração de que quer comprar guerra com o grupo olavista da direção da Rede Bandeirantes, o promotor de eventos Evandro Hazzy, 49, disse em uma live realizada no dia 9 de maio que a realização da 66ª edição do concurso de Miss Brasil está sim assegurada para este ano. Ele enfatizou que, em função da pandemia do novo coronavírus, a realização estará condicionada a medidas de flexibilização a serem adotadas por prefeituras municipais e governos estaduais. No Brasil, mais de 28 mil pessoas já morreram da Covid-19, de acordo com o Ministério da Saúde.
Na entrevista feita à influenciadora Cris Barth, Hazzy descartou indicar a segunda colocada do Miss Brasil 2019, a cearense Luana Lobo, em detrimento da realização dos concursos estaduais de 2020, que está bastante adiantada. Hazzy admitiu a existência de “um grupo que quer trazer o Miss (Brasil) de volta, de não deixar morrer a história”.  A Band começou a promover o Miss Brasil em 26 de abril de 2003. Uma circular da diretora da rede de televisão, Magda Magalhães, expedida em 9 de março, no entanto, informava que a emissora tinha rompido contrato com a Miss Universe Organization, situação essa que Hazzy tenta reverter nos bastidores. A Band é a primeira opção para o novo projeto do Miss Brasil, por ter compromisso vigente com o Miss Universo, que vai até 2022.
Hazzy sustentou que há pessoas “de muita bala na agulha” interessadas em comprar espaços na emissora que assumir os direitos do Miss Brasil. “Vai ter Miss Brasil ainda este ano”, assegurou, evitando falar nos nomes dos interessados.
Na última terça-feira (26), começou a circular o boato de que a Miss Minas Gerais de 2004, Iara Jereissati, segunda colocada no Miss Brasil daquele ano, teria comprado a franquia brasileira do Miss Universo, em associação com a Rede Globo e o empresário cubano Osmel Sousa, ex-diretor do Miss Venezuela. A afirmação de Hazzy foi feita antes do rumor envolvendo Osmel para o controle da franquia brasileira do Miss Universo.
Hazzy, no entanto, vai na contramão de especialistas e da comunidade científica, que preveem uma piora no número de casos de coronavírus a partir de julho, quando a pandemia deve atingir em cheio o interior dos Estados. Não há uma certeza segura de quando essa curva será achatada. Setores da Miss Universe Organization já trabalham com a realização da 69ª edição do Miss Universo para março de 2021, contrariando as expectativas de Hazzy, que prevê a disputa internacional para janeiro. Várias coordenações nacionais já tomaram precauções indicando finalistas dos concursos do ano passado para o Miss Universo 2020 ou adiando as datas de seus certames. O impasse no Miss Brasil ainda segue vivo, ao contrário do que a alta cúpula da Band pensa.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Força da Grana, Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Projetos especiais e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s