Desespero deve marcar próximas etapas de negociação para a troca da coordenação do concurso de Miss Universo no Brasil


Clamor e tensões para a realização do Miss Brasil 2020 devem aumentar

Da redação TV em Análise

Band/Divulgação (via Anhembi Parque)/13.05.2015
Candidatas a Miss São Paulo durante preliminar de etapa estadual do Miss Brasil, organizada pela Band em maio de 2015: concurso paulista está entre ativos da Endeavor


A preocupação no mercado de misses só está aumentando com a vacância da franquia do concurso de Miss Universo no Brasil, que até março pertencia à Rede Bandeirantes. Coordenadores estaduais e ex-misses começaram a se mobilizar para tentar formar uma empresa exclusivamente para a organização do Miss Brasil com vistas ao concurso internacional. Além da franquia, o que está em jogo também é uma série de ativos, que inclui as marcas Miss Brasil, Miss Estadual, Miss Municipal e Miss Universo.
De acordo com a área jurídica da Band, as licenças do Miss Brasil e dos concursos estaduais já estão disponíveis para outras empresas explorarem junto à companhia que ficar com a concessão do Miss Universo no Brasil. Trata-se de um ativo de R$ 36 milhões, considerando-se contratos a serem firmados e exploração comercial dos certames. A Endeavor, empresa dona do Miss Universo, já abriu negociações para uma nova franquia do concurso no Brasil assim que a Band encerrou seu contrato, que valia desde 2003.
Na comunidade missológica, a preocupação com os buracos na temporada do Miss Brasil 2020 é enorme. A Band deu aos coordenadores um prejuízo moral e psicológico que já dura 10 meses. A conta deverá ser arcada pela empresa que assumir os ativos do Miss Brasil. Desde que o concurso deixou de ser do SBT, em 1990, quatro empresas exploraram os direitos do Miss Brasil e dos concursos estaduais válidos pelo Miss Universo.
Censura A Band não é mais dona do Miss Brasil, mas não pode impedir que outra emissora e empresa façam o concurso nacional, os concursos estaduais e os concursos municipais. O futuro do Miss Brasil está agora nas mãos da Miss Universe Organization, que deve decidir sobre o caso até o início de agosto. A área jurídica da Endeavor no Brasil trabalha remotamente para que as tratativas com empresas e emissoras tenham um rumo adequado em função da pandemia do novo coronavírus, que também desmobilizou parte das coordenações do Miss Brasil nos Estados e no Distrito Federal.
Enquanto a novela da nova coordenação do Miss Brasil se arrasta, a vencedora do concurso de 2019, a mineira Júlia Horta, 26, passa os dias tentando ir atrás de ideias para seu vestido de despedida de reinado, que para bem ou mal, terá de ser feita. “Estou pensando em uma coisa bem linda (para meu desfile final)”, disse ela em uma história de sua conta de Instagram, que já passou da marca de 550 mil seguidores.
Em todo o país, cerca de 40 empresas promovem franquias municipais e estaduais do Miss Brasil válido pelo Miss Universo. A conta não inclui pessoas físicas, geralmente colunistas sociais ou ex-misses, e prefeituras municipais ou administrações regionais. O Brasil está presente no concurso de Miss Universo desde 1954 e já levou dois títulos.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Força da Grana, Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Projetos especiais e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s