Band só deve tomar posição oficial do Miss Brasil 2020 em abril


É o tempo necessário para fechar a estrutura de organização do concurso nacional

Da redação TV em Análise

The Zinman Company/Divulgação
Pacote gráfico de Zinman está em estudos para ser usado no Miss Brasil


Dona das marcas do Miss Brasil e detentora da concessão do concurso de Miss Universo no país, a Rede Bandeirantes só deve tomar uma posição formal acerca da realização da 66ª edição do concurso de Miss Brasil em abril. A informação foi prestada ao TV em Análise Críticas por uma fonte da emissora, que pediu anonimato.
Apesar disso, 15 Estados – Alagoas, Amapá, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Roraima, Santa Catarina e Sergipe – trabalham na realização de seus concursos. A conta inclui os três que já elegeram candidatas – Goiás, Santa Catarina e Sergipe.
De acordo com a fonte da Band, o atraso na decisão a ser adotada para o Miss Brasil 2020 se deve à montagem da nova estrutura de organização. Nomes como o de Evandro Hazzy estão com agenda indisponível no momento para a reestruturação do Miss Brasil. Além de Hazzy, são trabalhados os nomes das ex-misses Brasil Deise Nunes, Flávia Cavalcante, Leila Schuster, Natália Guimarães e Renata Bessa e de uma ex-miss estadual, Carla Godinho, para formar a equipe de criação do certame. A área comercial ficou com Patrícia Régia, nome indicado pela Band. Outros postos ainda estão sendo definidos.
Apesar do alto interesse das coordenações, alguns missólogos já demonstram desconfiança em relação à organização do Miss Brasil 2020. Uns, mais desinformados, levam em conta a ruptura do acordo comercial com a Polishop, em julho do ano passado. Essa foi uma coisa. A outra, a Band tenta levar a cabo, para cumpror com suas obrigações junto à Miss Universe Organization e sua controladora, a Endeavor. É o “padrão IMG” que Hazzy vai tentar implantar no Miss Brasil a partir de agora. O uso do pacote visual da empresa americana The Zinman Company, com adaptações, não está descartado. A Zinman trabalha para o Miss Universo desde o concurso de 2013, realizado em Moscou.
A Band detém os direitos de transmissão do Miss Brasil desde 2003. Desde 2011, passou a deter também os direitos de organização, através de uma empresa já extinta, a Enter. Em 2015, fez o acordo com a Polishop, que lhe deu prejuízos. Agora, a emissora volta a deter todos os processos de produção da etapa nacional do Miss Universo. A emissora quer se espelhar no caso da porto-riquenha WAPA, que assumiu a organização do Miss Universo Porto Rico após anos de gestões desastrosas. Em março de 2018, a Miss Universo de 2001, Denise Quiñones, 39, assumiu a coordenação designada pela emissora local. Com Quiñones, Madison Anderson, 24, ficou em segundo lugar no Miss Universo 2019, realizado na noite de 8 de dezembro, em um complexo de estúdios de Atlanta.
Além do Miss Brasil, a Band também detém os direitos de exibição em TV aberta do Miss Universo desde 2003. A partir de 2004, começou a transmitir os concursos estaduais.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Força da Grana, Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Projetos especiais e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s