Após 55 anos, Filipinas troca a coordenação do Miss Universo


Binibining Pilipinas não renova com MUO

Da redação TV em Análise
Com Rappler

Fotos Getty Images
Shamcey Supsup, 4ª no Miss Universo 2011, será a nova coordenadora nacional


Depois de 55 anos, a Binibining Pilipinas Charities Inc. (BPCI) deixa de representar os interesses do concurso de Miss Universo nas Filipinas. O anúncio foi feito na segunda-feira (9), através de um comunicado de imprensa, explicando que a entidade irá se dedicar aos nove concursos internacionais que representa, entre eles o Miss Beleza Internacional. Em 2014, a BPCI já tinha perdido a concessão do Miss Mundo.
Em nota, a Miss Universe Organization agradeceu à BPCI pelos serviços prestados desde 1964, que resultaram nos quatro títulos do Miss Universo para o país asiático e nas três sedes do concurso (1974, 1994 e 2016). A partir de 2020, as representantes filipinas no Miss Universo passam a ser eleitas por uma nova empresa, a Miss Universe Philippines Organization. Os nomes dos diretores serão anunciados em breve, informou a nova coordenação em suas mídias sociais. É o mesmo caso que vai ocorrer no Brasil.
Gloria Diaz (1969), Margarita Moran (1973), Pia Wurtzbach (2015) e Catriona Gray (2018) são produtos da fórmula do sucesso filipino no Miss Universo durante as cinco décadas e meia que o Binibining Pilipinas atuou no principal concurso de beleza do mundo. A última vencedora que o Binibinng mandou ao Miss Universo, Gazini Ganados, 23, acabou entre as 20 semifinalistas da 68ª edição, realizada há cinco dias. em Atlanta.
Nomes-chave O corpo diretivo da nova coordenação filipina do Miss Universo é composto pela quarta colocada no Miss Universo 2011, Shamcey Supsup, que vai ocupar a função de diretora nacional, pelo orientador Jonas Gaffud, que será o diretor criativo e pelo estilista Albery Andrada, que vai ocupar a função de chefe do Conselho de Design.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Outras Venezuelas, Projetos especiais e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s