Atlanta é forte candidata a sediar a 68ª edição do Miss Universo


Capital da Geórgia tenta receber concurso pela primeira vez

Da redação TV em Análise

Walter Bibikow/The Image Bank/Getty Images


A disputa pela sede americana da 68ª edição do concurso de Miss Universo, marcada para o dia 8 de dezembro, começou a dar passos importantes na tarde desta terça-feira. De acordo com o jornal Atlanta Business Chronicle, a porta-voz do Atlanta Convention and Visitors Bureau, Heather Kirksey, disse ter sido procurada pela Miss Universe Organization para fazer o concurso na cidade. A MUO e as autoridades de turismo de Atlanta não confirmam a informação.
Atlanta tenta ser a nona cidade americana a receber uma edição do Miss Universo desde sua criação, em 1952. Em diferentes oportunidades, o concurso foi realizado em Honolulu, Las Vegas, Long Beach, Los Angeles, Miami, Miami Beach, Nova York e Saint Louis. A Flórida é o Estado americano que mais sediou edições do certame – 16, entre 1960 e 1971, 1984, 1985, 1997 e 2014, seguido da Califórnia – 10, entre 1952 e 1959, 1990 e 2006 – e Nevada, com seis – 1991, 1996, 2010, 2012, 2015 e 2017. Nova York (1981) e Missouri (1983) receberam o Miss Universo apenas uma vez.
Com essa investida, a Geórgia tenta ser o sexto Estado americano a receber o Miss Universo. A correria para a definição da cidade-sede já é intensa, pois tem de ser definida de imediato a logística de produção do concurso, a estruturação de onde acomodar a final televisionada e as preliminares e as providências de acomodação e segurança das candidatas, suas famílias e suas respectivas torcidas. A Comissão de Cinema do Estado já estaria agindo para acelerar os trâmites para Atlanta receber o Miss Universo 2019. As diretorias das redes FOX e Telemundo já foram acionadas para tratar do assunto.
A expectativa é de que 94 candidatas cheguem a Atlanta para cumprir a programação de atividades no final de novembro, repetindo o recorde do ano passado, em Bangcoc.
Por fora, a MUO vinha negociando com outras duas cidades – Houston e Washington, mas as tratativas com as autoridades locais de turismo podem não ter avançado. Na sexta-feira (18), a MUO enviou comunicado às coordenações nacionais informando que o Miss Universo 2019 será mesmo realizado nos Estados Unidos, após o fracasso de negociações com cinco cidades do exterior – Dubai, Joanesburgo, Manila, Seul e Tel-Aviv.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Força da Grana, Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s