Incompetência e mutismo da coordenadora Sylvie Tellier pode tirar a França do Miss Universo pela primeira vez em 68 anos


Irresponsabilidade tem limite

Da redação TV em Análise

Bertrand Rindoff Petroff/Getty Images/23.01.2019
Tellier e sua aprendiz de Júlia Horta durante evento de moda


A acomodação da coordenadora do concurso de Miss França, Sylvie Tellier, 46, em decidir as representantes do país para a 68ª edição do Miss Universo e para a 69ª do Miss Mundo pode afastar a terra de Iris Mittenaere pela primeira vez do circuito dos dois grandes concursos internacionais de beleza desde 1951. É situação preocupante. Sempre foi tradição a vencedora do Miss França ir aos concursos internacionais, mesmo que fosse para cumprir tabela e fazer turismo.
A conivência de Tellier com a decisão de Vaimalama Chaves, 24, de ficar fora dos dois certames beira o escárnio. É de revoltar qualquer missólogo, por mais equilibrado que seja. Denota uma acomodação com a rede de televisão TF1, que quer Vaimalama a qualquer preço para coroar a sucessora no Miss França 2020, no dia 14 de dezembro. Enquanto isso, segue a guerra psicológica de comunicação para forçar a barra em relação à data e cidade-sede do Miss Universo 2019. A situação começa a passar do limite.
Mais dia, menos dia, a burrice de Vaimalama favorece ainda mais a brasileira Júlia Horta, 25, nas projeções de missólogos e perfis independentes nas mídias sociais. Com mais de 900 mil seguidores no Instagram, a taitiana parece estar jogando fora sua chance de ouro: a de representar a França no principal concurso de beleza do mundo. A França de Griezmmann, Mbappé, Christiane Martel, Truffaut e Godard não merece essa execração.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Outras Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s