94 países já estão confirmados na 68ª edição do Miss Universo


Quadro é igual ao usado em 2018

Da redação TV em Análise

Lillian Suwanrumpha/AFP/Getty Images/17.12.2018
Recorde verificado em Bangcoc dificilmente será superado


Ainda na fase de definição da data e da cidade-sede, a 68ª edição do concurso de Miss Universo tem 94 países e territórios já confirmados, já levando em conta a situação da França, que tenta achar uma substituta para Vaimalama Chaves, 24, que disse ter aberto mão de concursos internacionais, mas se viu forçada a mudar de ideia dado o atraso por parte da Miss Universe Organization em decidir se realiza o certame em 16 de fevereiro de 2020, por necessidades industriais.
O quadro apresentado, em termos numéricos, é igual ao usado na 67ª edição do Miss Universo, realizada na manhã de 17 de dezembro de 2018, em Bangcoc. Dificilmente deverá ser superado até meados de outubro, quando a novela da cidade-sede já tiver sido resolvida. Abaixo, o quadro atualizado de países que estarão no Miss Universo 2019, de acordo com os quadros de candidatas já eleitas e o planejamento das coordenações nacionais 

África do Sul
Albânia
Alemanha
Angola
Armênia
Argentina
Aruba
Austrália
Bahamas
Bangladesh
Barbados
Bélgica
Belize
Bolívia
Brasil
Bulgária
Camboja
Canadá
Cazaquistão
Chile
China
Cingapura
Colômbia
Coreia do Sul
Costa Rica
Croácia
Curaçao
Dinamarca
Egito
El Salvador
Equador
Eslováquia
Espanha
Estados Unidos
Filipinas
Finlândia
França
Geórgia
Grã-Bretanha
Grécia
Guam
Haiti
Holanda
Honduras
Ilhas Cayman
Ilhas Virgens Americanas
Ilhas Virgens Britânicas
Índia
Indonésia
Irlanda
Islândia
Israel
Itália
Jamaica
Japão
Kosovo
Laos
Líbano
Lituânia
Malásia
Malta
Maurício
México
Mongólia
Myanmar
Namíbia
Nepal
Nicarágua
Nigéria
Noruega
Nova Zelândia
Panamá
Paraguai
Peru
Polônia
Porto Rico
Portugal
Quênia
Quirguistão
República Dominicana
República Tcheca
Rússia
Santa Lúcia
Serra Leoa
Sri Lanka
Suécia
Tailândia
Tanzânia
Turquia
Ucrânia
Uruguai
Venezuela
Vietnã
Zâmbia

 

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Datamisses, Jóia da coroa, Numb3rs, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s