11 países tem rumores de participação no Miss Universo 2019


Boatos envolvem até a Coreia do Norte

Da redação TV em Análise

Lillian Suwanrumpha/AFP/Getty Images/17.12.2018
Miss Universe Organization desmentiu boatos disseminados nas redes sociais


Desde dezembro, onze países e territórios tem tido espalhado pelas mídias sociais rumores de uma suposta participação na 68ª edição do concurso de Miss Universo, prevista para dezembro, em Seul. Antígua e Barbuda, Bangladesh, Bielorrússia, Botsuana, Coreia do Norte, Estônia, Irã, Macau, Mônaco e Seychelles tem sido citados como possíveis estreias ou retornos ao concurso. Até a Guiana, que está suspensa, foi citada em meio à boataria de missólogos.
Dos países citados, o que está há mais tempo sem competir no Miss Universo é Seychelles, que só participou do concurso de 1995, em Windhoek. Antígua e Barbuda está fora desde 2008. Botsuana e Estônia estão sem competir desde 2013. A Guiana competiu pela última vez em 2017, antes da suspensão da MUO, que acaba em 2020. Bangladesh, Bielorrússia, Coreia do Norte, Irã, Macau e Mônaco tem sido apontadas como supostos estreantes.
As informações foram coletadas pelo TV em Análise Críticas de perfis especializados em concursos e dos verbetes em italiano e inglês da Wikipedia. A apuração vem sendo feita desde janeiro de 2019 e foi concluída nesta segunda-feira (15). A Miss Universe Organization não conforma a participação dos países citados, porque estes não tem licenças ou não tem coordenações nacionais estabelecidas.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s