Calendário de concursos nacionais poderá ser decisivo para a sorte da brasileira Júlia Horta na 68ª edição do Miss Universo


No que depender, mineira pode acabar entre as 10 semifinalistas, no máximo

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Isaac Freitas/Divulgação


Não se deve contar com otimismo exacerbado para a brasileira Júlia Horta, 25, levar o título de Miss Universo 2019. O risco que a Polishop e a Rede Bandeirantes correram com o calendário antecipado de estaduais do Miss Brasil 2019 começará a cobrar seu preço assim que for assentada a poeira dos direitos de televisão do Miss Brasil 2020, cujos concursos estaduais já vão começar.
A aproximação da realização de concursos como os da Venezuela, República Dominicana (no grupo das Américas), República Tcheca, Eslováquia (na Europa) e África do Sul (na África, Ásia e Pacífico) pode acabar colocando por terra qualquer estratégia da “torcida Júlia Horta” nas mídias sociais. Não adianta dar uma de Bolsonaro, Carluxo, Pavão Misterioso e outros que as coisas não vão se resolver dessa forma. O Brasil está na seca de títulos de Miss Universo há 51 anos, a serem completados neste sábado (13).
Júlia foi a nona candidata nacional do Miss Universo 2019 a ser eleita. Acabou virando a oitava depois da destituição da peruana Anyella Grados em meio a um vídeo de circunstâncias vergonhosas. É desde então a favorita de missólogos inclusive filipinos, tailandeses e indonésios, céticos do desempenho de suas candidatas. Na avaliação parcial mais recente do TV em Análise Críticas, ocupa a terceira colocação. Pode perder de uma a três colocações, a depender do que esses certames apurarem a partir de agosto.
A confiança excessiva de Júlia Horta nesta hora pode acabar lhe resultando em prejuízo na classificação ou no desempenho que tiver junto ao Comitê de Seleção. Recomenda-se cautela na hora de torcer pela brasileira no Miss Universo 2019. Uma virtude que a atual Miss Brasil carrega para o Miss Universo é comum às últimas cinco vencedoras do concurso internacional. Todas foram eleitas em seus países com bastante antecedência. Mesmo nos anos que levou o título (1963 e 1968), o país jamais venceu baseado em tamanho planejamento. No ano passado, bateram o bumbo para a filipina Catriona Gray, 25, a sul-africana Tamaryn Green, 24, a venezuelana Stefhany Gutiérrez, 20, a porto-riquenha Kiara Ortega, 25, e até mesmo para a transgênero espanhola Angela Ponce, 28, que não se classificou, mas foi ao palco para fazer cena. O Brasil elegeu sua candidata para o Miss Universo 2018 com sete meses de antecedência. O erro do ano passado e de anteriores até 1969, somadas às trocas de coordenações e televisões em tese serve para salvar Júlia Horta em alguma coisa para efeitos de classificação. Resta saber se o preparador Namie Wihby não está sofrendo alguma lavagem cerebral dos ruralistas da Band ou do dono da Polishop para privilegiar o aura sacra fames e não a coroa. Terrorismo psicológico e financeiro poderá cobrar um preço muito alto para o Brasil amargar em 2020 um jejum indesejável de 52 anos sem vitórias no Miss Universo.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Artigos, Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s