Vaimalama Chaves desiste e joga pepinaço de representante da França no Miss Universo 2019 para coordenadora Sylvie Tellier


Taitiana joga posto de candidata nacional mais seguida no Instagram para brasileira Júlia Horta

Da redação TV em Análise

Instagram/Vaimalama Chaves/09.06.2019


A França está sem representante na 68ª edição do concurso de Miss Universo depois que a vencedora do concurso nacional do ano passado, Vaimalama Chaves, 24, anunciou nas contas de Instagram tanto dela quanto da coordenação do Miss França que se dedicaria apenas às viagens de eleição das candidatas provinciais e territoriais ultramarinas. Por estar próxima da realização da 69ª edição do Miss Mundo, marcada para 7 de dezembro, em Pattaya (Tailândia), a edição 2020 do Miss França está marcada para 14 de dezembro, um sábado após o Miss Mundo. A marcação do Miss Universo 2019 ainda está em aberto e Vaimalama não queria correr o risco de pegar indefinição. Devido à proximidade de datas, também abriu mão do Miss Mundo.
Com 582.021 seguidores no Instagram, Vaimalama joga o posto de candidata mais seguida do Miss Universo 2019 na rede social para a brasileira Júlia Horta, 25, que conta com 364.304 seguidores até o fechamento desta matéria. A França venceu o Miss Universo pela última vez em 2016, com Iris Mittenaere, em Manila, encerrando o jejum mais longo de títulos que vigorava até então.
Internautas defendem que Maëva Coucke, 24, classificada entre as 12 semifinalista no Miss Mundo 2018, represente a França no Miss Universo 2019. Maëva quase representou a França no Miss Universo 2018, mas preferiu ir ao Miss Mundo, realizado na China. Eva Colas, 22, acabou designada pelo Comitê do Miss França para ir ao Miss Universo 2018, realizado em Bangcoc, onde não se classificou entre as 20 semifinalistas. A decisão final de quem vai representar a França nos concursos internacionais de 2019 caberá à coordenadora nacional do Miss França, Sylvie Tellier, 41, no cargo desde 2008.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Outras Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s