Morre aos 84 Maria José Cardoso, 1ª gaúcha eleita Miss Brasil


Ela ficou entre as 15 semifinalistas do Miss Universo 1956, realizado em Long Beach

Da redação TV em Análise
Com Folhapress

Folhapress/16.06.1956


Morreu aos 84 anos, vítima de insuficiência cardíaca, a Miss Brasil de 1956, Maria José Cardoso. Ela se tornou semifinalista da quinta edição do concurso de Miss Universo, realizada no dia 20 de julho de 1956, no Long Beach Convention & Entertainment Center, em Long Beach (Califórnia). A morte da Miss Brasil 1956 ocorreu no dia 23 de maio, mas só foi divulgada pela família nesta sexta-feira (31).
Embora fosse natural de São Francisco do Sul, em Santa Catarina, Maria José cresceu em Porto Alegre. Aos 21, concorreu ao título de Miss Rio Grande do Sul, onde acabou eleita para representar o Miss Brasil no Palácio Quitandinha, em Petrópolis (região serrana do Rio de Janeiro). Maria José pavimentou o caminho para que, em 1963, Ieda Maria Vargas fosse além, com a sede já em Miami Beach, vencendo o título de Miss Universo.
Nos últimos anos, Maria José era presença constante em eventos de homenagens de ex-misses gauchas e de ex-misses Brasil. Em 2004, participou da festa de 50 anos do Miss Brasil ao lado de outras ex-misses. Mudou-se para São Paulo, onde casou com um industrial. Formada em Belas Artes, Maria José chegou a ser professora. Evangélica, dedicava-se nos últimos anos de vida a ajudar os mais pobres. A coordenação do Miss Rio Grande do Sul usou a conta de Instagram para lamentar a morte de Maria José, que deixou dois filhos e um neto. Ela é a sétima Miss Brasil a morrer desde 1998.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Nossas Venezuelas, Obituário, Projetos especiais e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s