Sucessora de Mayra Dias no título de Miss Brasil terá 280 dias para se preparar para a 68ª edição do concurso Miss Universo


Será o maior intervalo entre o concurso nacional e o internacional desde 1954

Da redação TV em Análise

Rodrigo Trevisan/Band/Be Emotion/Divulgação/28.02.2019
Candidatas durante atividade no hotel Toriba, em Campos do Jordão


Quem vencer a 65ª edição do concurso de Miss Brasil, a ser realizada daqui a seus dias, no São Paulo Expo, na zona sudeste de São Paulo, terá não apenas o privilégio de ter contratos de publicidade ao longo de 70% de seu reinado. Mas, principalmente, uma missão nunca dada antes a uma Miss Brasil: a de trer o maior tempo de preparação entre as 64 vencedoras do concurso desde sua criação, em 28 de junho de 1954. De Martha Rocha a Raíssa Santana, a média de preparação das misses Brasil para o Miss Universo variava de 15 dias a três meses.
Com a antecipação progressiva das datas do Miss Brasil entre 2017 e 2018, o intervalo de preparação das representantes brasileiras no Miss Universo só aumentou. A piauiense Movalysa Alcântara teve 99 dias para se preparar para a 66ª edição do Miss Universo, realizada em 26 de novembro de 2017, em Las Vegas. Sua sucessora, a amazonense Mayra Dias, 27, que encerra reinado neste sábado (9), teve 205 dias para se preparar para a 67º edição do Miss Universo, realizada na manhã de 17 de dezembro, em Bangcoc.
Entre as 27 candidatas que se encontram concentradas em Campos do Jordão até a quarta-feira de Cinzas (6), apenas uma terá a honraria de ter a maior preparação de uma Miss Brasil para o Miss Universo desde que o país começou a participar do concurso internacional de beleza, em 1954. Caberá à vencedora do Miss Brasil 2019 a incumbência de ter 280 dias de preparação para a 68ª edição do concurso de Miss Universo, inicialmente cotada para o Sejong Center, em Seul, na manhã de 16 de dezembro, pelo horário local (noite de 15 de dezembro, pelo horário brasileiro de verão).
Quase todo o reinado da Miss Brasil 2019 será consumido com a preparação para o Miss Universo. A sucessora de Mayra Dias vai alternar essa preparação com viagens promocionais para os Estados e o Distrito Federal, incluindo as presenças em concursos estaduais e municipais, além de ações da empresa patrocinadora e convites para estreias de filmes e peças de teatro. Pensar que teremos uma Miss Brasil focada no título de Miss Universo, para trazer-nos a coroa depois de 51 anos, por ora, é pura metáfora.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Datamisses, Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s