A audiência americana do domingo da 61ª festa de entrega dos Grammy Awards, 10 de fevereiro de 2019, com números finais


De acordo com a Nielsen, menos de 20 milhões de telespectadores assistiram ao evento

Da redação TV em Análise

Kevork Djansezian/Getty Images/10.02.2019
A cantora Alicia Keys na apresentação do 61º Grammy


Pelo segundo ano seguido, a audiência da festa de entrega do Grammy ficou abaixo dos 20 milhões de telespectadores na transmissão americana da CBS. Nos números prévios da Nielsen Media Research, divulgados na tarde da segunda-feira (11), a 61ª edição da premiação teve 17,95 milhões de telespectadores na faixa entre 20h e 23h46, pelo horário da costa leste americana. Realizada mais cedo, a 60ª edição do Grammy, em 28 de janeiro do ano passado teve 19,81 milhões de telespectadores, marcando a primeira vez que o “Oscar da música” fica abaixo da margem de público que costuma registrar.
Nos números finais, divulgados pela Nielsen na manhã desta terça-feira (12), o Grammy teve um crescimento tímido: de 19,8 milhões de telespectadores no ano passado, saltou para 19,88 milhões de telespectadores, contando o ajuste de fuso horário. Na costa oeste americana, a premiação foi ao ar das 17h às 20h42, faixa em que há menos público nessa região. A CBS deu às afiliadas a opção de reprisar o Grammy no Pacífico após o ao vivo.
O Grammy de 2019 teve média domiciliar de 12,7 e share de 22 pontos. No ano passado, a média domiciliar tinha sido de 12,9 e a participação domiciliar tinha sido idêntica. Em todo o horário nobre, a CBS teve 16,02 milhões de telespectadores, média domiciliar de 11,3 e share domiciliar de 19 pontos. Entre os telespéctadores na faixa de 18 a 49 anos, a premiação teve média de 5,6 e share de 22 pontos nos números finais.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Canta USA, Eventos, Ibopes da vida, Premiações e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s