570 candidatas municipais já foram eleitas ou aclamadas para os 27 concursos estaduais para a disputa do Miss Brasil 2019


Dados a serem finalizados por MG e PI serão decisivos para definir quadro final de competidoras

Da redação TV em Análise

Instagram/Marcos Soares Hair Stylist/15.04.2018
Fila de candidatas do Miss Minas Gerais 2018 para a foto oficial


A 22 dias do fechamento da janela de concursos estaduais, 74,07% das coordenações fecharam os quadros de candidatas para as etapas estaduais do Miss Brasil 2019, marcado para o dia 9 de março, em São Paulo. Sete coordenações – Ceará, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Piauí e Rondônia – não fecharam os quadros de candidatas até o final da manhã desta terça-feira (29). à exceção da Paraíba e Rondônia, que ainda não venceram, as demais coordenações tem somados 16 títulos nacionais e oito classificações no Miss Universo, incluindo um segundo e um quinto lugares, conquistados em 2007 e 1971.
Das coordenações citadas, a que está mais atrasada é a de Rondônia, que só reinicia suas atividades no sábado (2). O quadro de seis candidatas já definidas dificilmente deve sofrer alguma alteração durante a primeira quinzena de fevereiro. A divulgação do Miss Rondônia 2019 é parca e as informações que se tem sobre as competidoras no Estado são praticamente nulas. Em Minas Gerais, a desinformação é geral em relação ao número de candidatas da disputa marcada para o dia 12 de fevereiro, apesar de a projeção de 50 competidoras permanecer. O número final de candidatas que sair desse Estado será muito importante para o peso do quadro final de candidatas dos concursos estaduais, assim como no Piauí, que encerra inscrições nesta terça-feira. A balança de Estados para o fechamento do quadro de candidatas municipais dos concursos estaduais que levarão à 65ª edição do Miss Brasil será muito importante para denotar uma involução de 14,02% em relação a 2018. O quadro atualizado de candidatas municipais já eleitas para os concursos do Miss Brasil 2019 nos Estados e no Distrito Federal está no mapa abaixo

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Datamisses, Nossas Venezuelas, Numb3rs, Projetos especiais e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s