Kantar Ibope Media ajusta o valor de ponto de audiência nos 15 mercados regulares em que atua no Brasil para o ano de 2019


Cada ponto passa a equivaler a 254 mil domicílios no Painel Nacional de Televisão

Da redação TV em Análise

South Agency/Getty Images


A Kantar Ibope Media atualizou na terça-feira (1º) o calor da representatividade do ponto de audiência televisiva para os 15 mercados que atua no Brasil. De 248.647 domicílios no ano de 2018, o número de domicílios atendidos pelo instituto passou para 254.892. O número de indivíduos alcançados passou de 693.786 para 693.788, o que representou um crescimento de 0,002%. A base de domicílios cresceu 2,51% em relação a 2017. Em comparação a 2017, o panorama por mercado regional do ponto passou a ser esse

ANTES ERA ASSIM…
Região metropolitana Domicílios Indivíduos
Belém 6.407 21.619
Belo Horizonte 19.468 53.903
Campinas 7.697 21.489
Curitiba 11.061 30.977
Distrito Federal 9.586 27.441
Florianópolis 3.895 10.145
Fortaleza 11.705 35.300
Goiânia 7.958 22.815
Manaus 5.913 19.571
Porto Alegre 15.354 39.595
Recife 12.737 36.153
Rio de Janeiro 45.253 118.472
Salvador 13.694 37.215
São Paulo 71.855 201.061
Vitória 6.417 17.960
15 Mercados 248.647 693.786
…AGORA É ASSIM
Região metropolitana Domicílios Indivíduos
Belém 6.872 21.757
Belo Horizonte 19.606 54.196
Campinas 7.857 21.747
Curitiba 11.675 31.222
Distrito Federal 9.370 26.260
Florianópolis 3.981 10.216
Fortaleza 12.511 36.106
Goiânia 8.373 22.855
Manaus 6.201 19.680
Porto Alegre 15.742 39.652
Recife 13.339 36.932
Rio de Janeiro 46.175 118.440
Salvador 13.554 36.132
São Paulo 73.015 200.766
Vitória 6.622 17.827
15 Mercados 254.892 693.788

O ajuste de ponto promovido agora pela Kantar Ibope é o penúltimo antes do Censo Demográfico de 2020, a ser promovido pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). As estatísticas do IBGE tem servido de base para os ajustes de 2019. Os valores apresentados passam a servir de base para as informações de audiência que o TV em Análise Críticas divulgar das transmissões do Miss Brasil e do Miss Universo.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Ibopes da vida, Numb3rs e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s