Porto Rico teve a maior audiência local do Miss Universo 2018


Exibição da Wapa beirou os 36 pontos

Da redação TV em Análise

Lillian Suwanrumpha/AFP/Getty Images/17.12.2018


A transmissão da 67ª edição do Miss Universo, realizada na manhã da segunda-feira (17), em Bangcoc, deu bons frutos de audiência à Wapa no horário nobre do domingo (16). De acordo com a Nielsen, o concurso vencido pela filipina Catriona Gray, 24, teve média domiciliar de 35,7 e share de 69,2 na faixa das 19 às 22h, pelo horário local. A classificação da candidata local, Kiara Ortega, 25, entre as cinco finalistas, contribuiu para engrossar a audiência do certame na ilha, Estado livre associado aos Estados Unidos. Porto Rico venceu o Miss Universo pela última vez em 2006, com Zuleyka Rivera. O território tem outros quatro títulos (1970-Marisol Malaret, 1985-Deborah Carthy-Deu, 1993-Dayanara Torres e 2001-Denise Quiñones).
Na Colômbia e nos Estados Unidos, as transmissões da RCN e da FOX tiveram médias domiciliares abaixo dos cinco pontos. Apesar disso, a transmissão americana foi a que teve maior número de telespectadores (4,19 milhões) entre as seis pesquisadas pelo TV em Análise Críticas. No México e Brasil, menos de um milhão de telespectadores assistiram às transmissões do certame pela Azteca Uno (antiga Azteca Trece) e pela Rede Bandeirantes, respectivamente. A transmissão brasileira foi a de menor público. Os números de audiência das transmissões no Peru e Venezuela não tinham sido divulgados até o fechamento desta matéria. Veja como ficou o quadro das audiências nacionais do certame

País Emissora Média Share Espec
(milhões)
Porto Rico Wapa 35,7 69,2 N/D
Filipinas ABS-CBN 28,7 N/D N/D
Colômbia RCN 4,8 N/D N/D
México Azteca Uno 3,8 N/D 0,84
EUA FOX 3,0 5 4,19
Brasil Band 1,9 4,2 0,56

FONTES: Nielsen Ibope Media (México), Kantar Media (Filipinas), Kantar Ibope Media (Brasil e Colômbia) e Nielsen Media Company (Estados Unidos e Porto Tico)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Datamisses, Ibopes da vida, Numb3rs, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s