A um mês da realização da 67ª edição do Miss Universo, FOX fecha a relação de profissionais que vai viajar para Bangcoc


Emissora vai mandar 100 pessoas para a transmissão do concurso para 170 países

Da redação TV em Análise

Miss Universe Organization/Divulgação


Geradora da transmissão oficial do Miss Universo desde 2015, a FOX fechou nesta quinta-feira (15) a lista dos profissionais que vai viajar dos Estados Unidos para a Tailândia para acompanhar 19 dias de atividades das 95 candidatas em cinco cidades – Bangcoc. Chiang Ma, Chonburi, Krabi e Lamphun. Além do apresentador Steve Harvey, 61, a emissora também confirmou com a Miss Universe Organization os nomes dos comentaristas Asdhley Graham, Carson Kressley e Lu Sierra, que atuaram na 66ª edição do Miss Universo, realizada há quase um ano, em Las Vegas.
Os nomes citados trabalharão na transmissão da final televisionada, a ser feita às 7h da segunda-feira, 17 de dezembro (22h do domingo, 16 de dezembro, pelo horário brasileiro de verão), na Impact Arena, no bairro de Muong Thang, na zona norte de Bangcoc. Também estão mantidos os nomes do diretor Ron de Moraes e de outros 21 produtores, que somados a pessoal de apoio, deverão compor uma equipe de cerca de 100 profissionais. Se somados ao pessoal da TPN 2018, responsável pela organização do certame na Tailândia, esse contingente deve chegar a 250 profissionais, incluindo voluntários e mão de obra temporária, entre seguranças, carpinteiros, eletricistas e operadores de cabos.
Os números apresentados pela FOX e pela MUO não incluem a segurança a ser feita às candidatas pela Polícia Real da Tailândia. O efetivo a ser empregado não foi divulgado.
Distribuído pela IMG Worldwide para 170 países e territórios, o Miss Universo 2018 deverá ter público estimado em 650 milhões de telespectadores, podendo alcançar até 1 bilhão, com os acordos de mídias digitais ainda a serem fechados, que deverão complementar as transmissões televisivas a serem feitas por 55 emissoras em 33 idiomas. No Brasil, o concurso terá transmissão exclusiva em TV aberta da Band e fechada da TNT.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s