Tailandesa é a primeira jurada da 67ª edição do Miss Universo


Vencedora de 1988, Porntip Nakhirunkanok estará na final de 17 de dezembro

Da redação TV em Análise

Saeed Khan/AFP/Getty Images/03.03.2005


A vencedora da 37ª edição do concurso de Miss Universo, a empresária e filantropa tailandesa Porntip Nakhirunkanok, 50, foi anunciada como jurada da 67ª edição do concurso, a ser realizada na manhã de 17 de dezembro (noite de 16 de dezembro, pelo horário brasileiro de verão), na Impact Arena, em Bangcoc. O anúncio foi feito pela presidenta da Miss Universe Organization, Pàula Shugart, na manhã desta quarta-feira (31). Porntip já tinha exercido essa função na vez anterior que a capital tailandesa recebeu o concurso, na manhã de 31 de maio de 2005.
Porntip venceu o título de Miss Universo na manhã de 24 de maio de 1988, no Lin Kou Stadium, em Taipé, capital de Taiwan, considerada província rebelde pelo governo da China continental, de regime comunista. Ela encerrou um jejum de 23 anos de títulos de Miss Universo para a Tailândia. Até então, o único título que o país conquistara tinha saído em 24 de julho de 1965, com Apasra Hongsakula, 71, em Miami Beach.
Apasra chegou a ser inicialmente cogitada para o júri do Miss Universo 2018, mas teve seu nome descartado pela MUO, por já ter exercido essa função por duas vezes, em 21 de julho de 1973, em Atenas, e 20 de julho fe 1979, em Perth (Austrália).
Em julho, Porntip foi recebida em Nova Uork por diretores da rede de televisão FOX, que deram aval para a realização do Miss Universo 2018 em Bangcoc. A capital tailandesa vai receber o concurso pela terceira vez – a primeira foi em 9 de maio de 1992.
Porntip Nakhirunkanok é a primeira jurada confirmada para o Miss Universo 2018. Outros nomes serão anunciados separadamente por Paula Shugart nas próximas semanas.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Personalidades, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s