Miss São Paulo 2019 perde 16,92% de público na Grande SP


Compacto registrou média pior que a do concurso de 2017, mostrado ao vivo

Da redação TV em Análise

Rafael Cusato/F5/14.10.2018


Embora tenha sido a terceira maior audiência da Band no sábado (20), o compacto do concurso de Miss São Paulo 2019 deu à emissora um número indesejável: uma queda de 16,92% no número de telespectadores na comparação com o concurso de 2017. Os dados consolidados são da Kantar Ibope Media, relativos à Grande São Paulo. Em um dos real times, aferido às 23h25, o concurso (exibido das 22h45 às 23h39) chegou a ficar na quinta colocação.
A decisão da Band de mostrar uma gravação do Miss São Paulo 2019 uma semana após sua realização, no sábado anterior (13), na São Paulo Expo (antigo Centro de Exposições Imigrantes), na Vila Água Funda (zona sudeste de São Paulo), se mostrou totalmente errada. Em 31 de março, a emissora transmitira o Miss São Paulo 2018 ao vivo da Casa Petra, na zona oeste, mas sua média consolidada não foi divulgada à época. Desde que passou a exibir o concurso em 2006, foi a primeira (e espera que tenha sido a última) que a Band mostrou uma edição gravada da etapa paulista do Miss Brasil, ao invés de mostrá-la ao vivo. Desde então, a média domiciliar do certame tem caído 65%. E para esses números, a Band deveria se preocupar. O contrato da emissora com a organização do Miss Universo, que cobre também os concursos estaduais, vence em 2020. Os detalhes estão na tabela abaixo

EVOLUÇÃO DE AUDIÊNCIA DO CONCURSO MISS SÃO PAULO NAS MEDIÇÕES DO IBOPE NA GRANDE SÃO PAULO
Os dados são referentes às edições de 2006 a 2018
Ano Rede Média Telespectadores Domicílios
2006 Band 4,0 704.000 209.200
2007 Band 3,5 624.050 190.400
2008 Band 5,5 1.210.000 305.250
2009 Band 4,0 880.000 233.200
2010 Band 2,0 329.972 116.600
2011 Band 2,0 367.040 116.470
2012 Band 2,0 367.040 120.408
2013 Band 2,8 520.279 173.465
2014 Band 2,2 425.218 143.442
2015 Band 2,2 435.956 147.648
2016 Band 2,6 514.386 180.484
2017 Band 1,7 338.825 119.950
2018 Band 1,4 281.465 100.597

Equivalências de ponto:
2006: 176.000 telespectadores e 52.300 domicílios
2007: 178.300 telespectadores e 54.400 domicílios
2008: 220.000 telespectadores e 55.500 domicílios
2009: 220.000 telespectadores e 58.300 domicílios
2010: 164.986 telespectadores e 58.300 domicílios
2011: 183.520 telespectadores e 58.235 domicílios
2012: 185.000 telespectadores e 60.204 domicílios
2013: 185.814 telespectadores e 61.952 domicílios
2014: 193.281 telespectadores e 65.201 domicílios
2015: 198.162 telespectadores e 67.113 domicílios
2016: 197.814 telespectadores e 69.417 domicílios
2017: 199.309 telespectadores e 70.559 domicílios
2018: 201.061 telespectadores e 71.855 domicílios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Ibopes da vida, Nossas Venezuelas, Projetos especiais, Uncategorized e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s