4 das 5 redes abertas americanas dão temporadas completas a oito novas séries e reforçam duas estreias da mid-season 18


Apenas a The CW não tomou decisão

Da redação TV em Análise

Michael Parmelee/CBS/Divulgação/02.10.2018


Passado o primeiro mês da 73ª temporada televisiva, quatro das cinco principais redes abertas americanas já tomaram decisões em relação a concessão de temporadas completas para oito de suas novas séries. O maior contingente dessas temporadas completas está na CBS, que deu temporadas completas para quatro produções – FBI (22 episódios), God Friended Me (20), Magnum P.I. (20) e The Neighborhood (22).
A NBC vem na sequência, com duas produções – Manifest (que vai fechar sua primeira temporada com 16 episódios) e New Amsterdam (22). Na FOX, The Cool Kids recebeu ordem de 22 episódios. Na ABC, Single Parents vai terminar sua temporada com 22 episódios. A The CW, que iniciou suas estreias na terça-feira (11), ainda não tomou decisão.
Duas produções que estrearam na mid-season 2018 – Station 19 (ABC) e The Resident (FOX) – receberam em suas segundas temporadas ordens de 22 episódios. As duas produções devem seguir no ar até abril ou maio de 2019, a depender das decisões a serem adotadas pelas redes que as exibem. Já na terceira temporada, Lethal Weapon (FOX) recebeu ordem de dois episódios adicionais. Vai terminar sua temporada com 15 episódios.
Apesar de a temporada 2018-2019 ainda estar no início, a ABC já encaminhou a renovação do reality de Natal The Great Christmas Light Fight para a sua sétima temporada. Até o fechamento desta matéria, nenhuma decisão de cancelamento tinha sido tomada.
No período que foi da semana de upfronts de maio ao que antecedeu as estreias iniciadas em 24 de setembro, cinco séries de três redes receberam sinal para temporadas finais – Crazy Ex-Girlfriend (The CW, após quatro temporadas), Gotham (FOX, após cinco), iZombie (The CW, cinco), Jane the Virgin (The CW, cinco) e The Big Bang Theory (CBS, após 12).

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Reality-shows, Séries e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s