Band e Polishop marcam final do Miss Brasil 2019 para março


Concursos dos Estados e do DF serão realizados até 23 de fevereiro

Da redação TV em Análise

Rodrigo Trevisan/Organização Miss Brasil Universo/Divulgação/27.05.2018


O Grupo Bandeirantes de Comunicação e a Polishop fecharam questão quanto ao mês de realização da 65ª edição do concurso de Miss Brasil. Inicialmente, as duas empresas trabalham com a realização do evento no dia 30 de março, mas tudo vai depender de negociações a serem conduzidas com governos de Estados e prefeituras que manifestarem interesse antes do dia 1º de dezembro. Esse é o prazo limite, inclusive para equipers de transição de governadores eleitos ou reeleitos acertarem alguma coisa em relação à realização da etapa brasileira do Miss Universo 2019 no Estado interessado.
A Organização Miss Brasil Universo, joint venture de Band e Polishop, vai esperar passar a refrega eleitoral do segundo turno, marcado para o domingo (28) para, aí sim, iniciar as trativas com equipes de transição de governadores eleitos e governadores reeleitos para decidirem como será a oferta do projeto de sede do Miss Brasil para cada Estado. Se todas as tratativas derem certo, o contrato de organização deverá ser assinado ainda em novembro, antes do embarque da Miss Brasil 2018 Mayra Dias, 27, para competir na 67ª edição do Miss Universo, a ser realizada daqui a dois meses, na Impact Arena em Bangcoc.
O Rio Grande do Sul será o último Estado a eleger candidata para o Miss Brasil 2019, no sábado, 23 de fevereiro. Missólogos especulam que o Estado deverá ter algum tipo de vantagem para sediar o concurso nacional. Nenhuma cidade da região sul sediou o Miss Brasil desde sua criação, em 1954. Juntos, os três Estados da região – Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul – tem 22 títulos de Miss Brasil e participações no Miss Universo.
Desde 2017, a Polishop tem feito um esforço para tirar o Miss Brasil da cidade de São Paulo e levá-lo a polos turísticos, como foi o caso de Ilhabela. Em 2018, Mangaratiba, na Costa Verde fluminense, recebeu atividades preliminares do Miss Brasil, A final que culminou na eleição de Mayra ocorreu no dia 26 de maio, no Riocentro, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Projetos especiais e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s