Áustria é o 3º país a ficar fora do concurso Miss Universo 2018


Contrato da Miss Austria Corporation com a MUO não foi renovado

Da redação TV em Análise

Instagram/izabela_94


A Áustria não vai mais enviar candidata para a 67ª edição do concurso de Miss Universo, que acontece daqui a 67 dias, na Impact Arena, no bairro de Muong Thang, na zona norte de Bangcoc. Embora a decisão tenha sido tomada no início do ano pela Miss Austria Corporation, ela só se tornou pública na manhã desta quarta-feira (10), com a confirmação da desistência da concessão do Miss Universo para o país publicada nos verbetes da Wikipédia para o Miss Universo 2018 em inglês e espanhol, citando matéria do site especializado Global Beauties.
Inicialmente, o país iria enviar Daniela Zivkov, 22, para a capital tailandesa, mas acabou estudando a possibilidade de Izabela Ion, 24, ir para o Miss Universo, após decidir enviar Daniela para o Miss Mundo 2018, a ser realizado no final de semana anterior ao Miss Universo, em Sanya (China), no sábado, 8 de dezembro. No entanto, a destituição de Zivkov como Miss Áustria 2018, na noite da terça-feira (9), acabou por enterrar definitivamente as pretensões da Áustria de se fazer presente no Miss Universo. Agora é Ion quem irá para a China. A Miss Austria Corporation também abriu mão da licença do Miss Terra.
O contrato de representação da Miss Austria Corporation com a Miss Universe Organization não foi renovado, de acordo com missólogos próximos à organização do Miss Áustria. A Áustria não obtem classificação no Miss Universo desde 1977, quando Eva Düringer ficou em segundo lugar. Em 43 participações no Miss Universo, iniciadas em 1953, com pausas entre 1954 e 1956, ,1958, 1991, 1994 e 1998, 2000 e 2003 e 2005 e 2012, a Áustria teve sete classificações entre semifinalistas ou finalistas, o que equivale a um aproveitamento de 16,27%. A Áustria se junta a Eslovênia e Guiana, que cumpre suspensão, no grupo de países que não estarão no Miss Universo 2018. É o terceiro país a ficar fora do concurso.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Outras Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s