Morre aos 45 a vencedora do Miss Universo 1995 Chelsi Smith


1ª afro-americana a vencer o concurso lutava contra um câncer no fígado

Da redação TV em Análise

Philip Littleton/AFP/Getty Images/14.05.1995


Morreu no início da noite deste sábado (8), em Los Angeles, aos 45 anos, a vencedora do título de Miss Universo 1995, Chelsi Smith. Ela lutava contra um câncer no fígado, segundo amigos mais próximos. A notícia da morte da primeira afro-americana a vencer o Miss Universo foi confirmada pelas mídias sociais do Miss Texas USA.
A representante de Nova York, Shanna Moakler, 43, que herdou o título de Miss USA 1995 após a eleição de Chelsi como Miss Universo, na madrugada de 13 de maio de 1995, em um resort de Windhoek (Namíbia), escreveu em sua conta no Instagram: “Tenho um tempo difícil para escrever sobre isto. Assim que eu soube da morte da minha boa amiga na imprensa, eu não sei como expressar ao mundo o quanto engraçada, amável e esperta ela era. Ela era superesperta, tão esperta para a mulher talentosa e gentil que era. Porque sua luz era imensa e mais alta, ela mudou a minha vida. Se não foi para ela, sua beleza, sua energia, seu incrível destino eu não seria o que eu sou hoje. Desde que ela ficou doente, ela sempre ficava positiva e radiante e nunca parou de sorrir. Eu chorava quando ela me gritava. Isso é o que ela era. Chelsi, eu nunca esquecerei daquelas longas noites conversando, sorrindo, cantando, lutando, sonhando… os concursos de beleza nunca mais serão os mesmos, o mundo e o meu coração nunca mais serão os mesmos. Eu farei minhas últimas conversas com você. eu desejaria ser uma melhor amiga ou melhor que isso. Eu sei que você pensava em coisas maiores que o mundo ofereceu a você. Visite-me em meus sonhos, rainha. Eu sentirei muito sua falta. Te amo, te amo. Vá com Deus”.

Captura de tela/Facebook (via Critical Beauty)

BFFs

Attravés de postagem na conta oficial no Twitter do Miss USA e do Miss Teen USA, a Miss Universe Organization expressou “sinceras condolências à família e aos amigos de Chelsi Smith”, inclusive Shanna Moakler. Natural de Redwood City (Califórnia), Chelsi Mariam Pearl Smith se mudou com os avós para Kingwood (Texas). Seus pais se divorciaram quando ela tinha dois anos de idade. Após a mudança, seus avós também se divorciaram. Antes de iniciar sua jornada ao Miss USA, Chelsi era secundarista no San Jacinto College. Em 1994, foi semifinalista do Miss Texas USA e voltou ao concurso no ano seguinte, desta vez para vencer. Em 10 de fevereiro de 1995, em South Padre Island, Chelsi derrotou Shanna Moakler no Miss USA. Após o concurso, Chelsi e Shanna se tornaram melhores amigas uma da outra. Partilhavam emoções, como as descritas no post de adeus da coordenadora dos concursos Miss Nevada USA e Miss Utah USA à amiga.
Na Namíbia, Chelsi acabou com uma seca de títulos de Miss Universo para os Estados Unidos que se arrastava desde 1980. Foi a primeira afro-americana a levar o título de Miss Texas USA. Após o concurso, Chelsi seguiu carreira de modelo e se arriscou como cantora. Foi jurada do Miss Teen USA, em 15 de agosto de 2006, em Palm Springs, e do Miss Peru, em 23 de abril de 2016, em Lima. Se casou com o técnico de fitness Kelly Blair e depois se divorciou. Não teve filhos, mas deixou um grande legado para a indústria dos concursos de beleza nos Estados Unidos. Inspirou parte da atual geração de vencedoras afro-americanas do Miss USA. Shanna brilhou mais alto que Chelsi. Casou com o músico Travis Barker e formou família. A seus filhos, Shanna Moakler deve ensinar muito das lições que aprendeu na convivência com Chelsi Smith. E que essas lições sejam eternas para Deshaunas, Káras, Crystles, Shauntays, Lynettes e outras tais.

AFP/Getty Images/03.05.1995
Com um grupo de candidatas, entre elas a brasileira Renata Bessa

Chelsi é a sexta vencedora do Miss Universo a morrer desde 19 de junho de 1996, quando a sueca Hillevi Rombin, vencedora do concurso de 1955, foi vítima de um desastre aéreo, aos 62 anos, quando o monomotor em que estava caiu pouco depois de decolar do aeroporto Bob Hope, em Burbank. Em 27 de fevereiro de 2011, Amparo Muñoz, vencedora do Miss Universo 1974, morreu de uma doença neurológica degenerativa, aos 56 anos, em Málaga. Em 16 de agosto de 2015, um câncer de mama matou a Miss Universo 1967, a americana Sylvia Hitchcock, aos 69 anos. Em 2 de dezembro de 2015, um infarto tirou de cena aos 77 anos Luz Marina Zuluaga, primeira colombiana a participar (e vencer) do Miss Universo, em 1958. Em 19 de março, Linda Bement, terceira americana a vencer o concurso, em 9 de julho de 1960, em Miami Beach (região metropolitana de Miami), morreu de causas naturais em Salt Lake City, aos 76 anos.
A família de Chelsi Smith se disse “de coração partido” com a morte da ex-Miss Universo em declaração enviada à imprensa. Os funerais da Miss Universo 1995 ocorrerão em Houston, em data a ser marcada. “Chelsi foi mossa amada filha, sobrinha e amiga”, diz o texto do comunicado. “Da mesma forma que Chelsi preservou sua privacidade, ela sempre apreciou as expressões de amor e amizade de pessoas ao redor do mundo e de todos os caminhos da vida”, completa o texto. “Ela foi exemplo parta as jovens mulheres do mundo, que tornaram seus sonhos possíveis graças a um coração amável e a uma mente brilhante”, salienta o texto publicado no site oficial de Chelsi.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Obituário, Outras Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Morre aos 45 a vencedora do Miss Universo 1995 Chelsi Smith

  1. Pingback: Sushmita Sen e Alicia Machado se despedem de Chelsi Smith | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s