Justiça proíbe organização do concurso Miss Venezuela 2019


Apresentação das candidatas foi cancelada em função da liminar; coordenadoras vão recorrer da decisão

Da redação TV em Análise

Organización Miss Venezuela/Divulgação


O Quinto Tribunal da Primeira Circunscrição Civil, Comercial, Bancário de Trânsito e Mercantil da Comarca de Caracas decidiu na quinta-feira (16), através de medida liminar, suspender a organização do concurso Miss Venezuela 2018, que estava marcada para o dia 12 de setembro. A decisão atende denúncia feita por Veruska Ljubisavljevic, 27, que alega ter sido impedida de representar a Venezuela no Miss Mundo 2017, realizado na China, por ultrapassar o limite de idade exigido pelo concurso. Ela processa a Organización Miss Venezuela e suia controladora, a Cisneros Media, dona da rede de televisão Venecisión, que transmite o concurso, e a própria emissora do certame, também detentora dos direitos de transmissão do Miss Universo e do Miss Mundo em TV aberta para a Venezuela.
Através de um vídeo publicado nas mídias sociais do concurso, as integrantes do comitê organizador do Miss Venezuela, Gabriela Isler, Jacqueline Aguilera e Nina Sicilia, os apresentadores do concurso deste ano, Fanny Ottati, Jesús de Alva e José Alves Padrón, acompanhados da 24 candidatas, expuseram o problema que prejudica, de momento, a realização da 65ª edição da etapa local do Miss Universo. A Organização Miss Venezuela informou que vai recorrer da decisão. Devido à batalha jurídica, a coletiva de apresentação das 24 concorrentes à sucessão de Sthefany Gutiérrez, 19, que estava programadas para este sábado (18), foi cancelada. Os eventos do concurso ficam suspensos até segunda ordem.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Mondo cane, Outras Venezuelas e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s