Diretores da MUO se encontrarão com premiê da Tailândia na confirmação de Bangcoc como sede do Miss Universo 2018


Reunião com Prayuth Chan-ocha ocorrerá na manhã da terça-feira (31)

Da redação TV em Análise

Guillaume Payen/NurPhoto via Getty Images/10.10.2016


A comitiva da Miss Universe Organization que estará em Bangcoc para a formalização da realização da 67ª edição do concurso de Miss Universo, às 8h30 da terça-feira (31), (22h30 da segunda-feira [30], pelo horário de Brasília), vai se encontrar com o primeiro-ministro Prayuth Chan-ocha, 64. Ele ocupa o cargo desde 2014. O anúncio foi feito pelo gabinete do primeiro-ministro tailandês. O grupo, que deverá incluir a Miss Universo 2017, a sul-africana Demi-Leigh Nel-Peters, 23, também será recebido no Edifício I do Governo pelo ministro de Turismo e Esportes, Weerasak Kowsurat, 52.
O ex-executivo da Disney Tanawat Wansom será o responsável por constituir o Comitê Organizador da 67ª edição do concurso de Miss Universo, marcada para as 7h da manhã do dia 17 de dezembro (22h do dia 16 de dezembro, pelo horário brasileiro de verão). Tanawat é o diretor-presidente da TW Investment Group, empresa que esteve à frente das negociações com a Miss Universe Organization, iniciadas em novembro do ano passado, ainda durante a realização da 66ª edição do concurso, em Las Vegas.
A presidenta da Miss Universe Organization, Paula Shugart, já está a caminho da capital tailandesa. Ela fez uma escala em Budapeste para tratar de assuntos relativos à organização da etapa húngara do Miss Universo 2018, que acontece cem setembro.
Bangcoc vai sediar o Miss Universo pela terceira vez. A capital tailandesa recebeu a 41ª e 54ª edições do certame, nos dias 9 de maio de 1992 e 31 de maio de 2005, no Centro de Convenções Rainha Sirikit e na Impact Arena, respectivamente. A Impact Arena, construída para os Jogos Asiáticos de 1998 e usada no Miss Universo 2005, vai receber a 67ª edição do Miss Universo, que terá recorde de candidatas em edições realizadas na Tailândia.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Cidades, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s