Estreia de novela Jesus reforça cinturão bíblico de audiência da Record em cinco praças do Painel Nacional de Televisão


Maiores médias foram verificadas em Salvador, Goiânia, Vitória, Belo Horizonte e Recife

Da redação TV em Análise

Record TV/Reprodução


O capítulo de estreia da novela Jesus levado ao ar na noite desta terça-feira (24), reforçou a importância do chamado “cinturão bíblico de audiência” da Rede Record em cinco praças do Painel Nacional de Televisão. De acordo com dados prévios da Kantar Ibope Media, a novela de Paula Richard teve sua maior média em Salvador, cidade conhecida por suas 365 igrejas. Lá, a estreia da trama teve média de 19 pontos. O mesmo índice foi verificado em Goiânia. Em Vitória, a média domiciliar foi de 17. A quarta maior audiência foi verificada em Belo Horizonte, com 15 pontos. O mesmo índice foi verificado no Recife.
No Rio de Janeiro, a prévia foi de 14 contra 13 verificados em São Paulo e em Manaus. Em Belém, Campinae e Curitiba, a trama teve 12 pontos. As menores médias foram verificadas em Fortaleza (11), Brasília (10), Porto Alegre (8) e Florianópolis (7).
Na média dos 15 mercados participantes do Painel Nacional de Televisão, a estreia de Jesus teve média de 13,9 pontos, sujeita a ajuste assim que forem divulgados os números consolidados. Cada ponte equivale a 248.647 domicílios e 693.786 telespectadores.

Goianienses reforçam rejeição à Globo

Na apuração da repórter Keila Jimenez, foi na capital goiana que Jesus deu um feito inédito à dramaturgia da Rede Record: derrotar a programação da Rede Globo logo no dia de estreia de uma novela. De acordo com a Kantar Ibope, Jesus teve média de confronto direto de 18,6 pontos contra 17,8 da TV Serra Dourada (afiliada do SBT, que passava novelas infantis) e 17,4 da TV Anhanguera (que passava o jornal anti-nacional e a novela Segunda Lua – Você que Vê Livro de Mulher Nua(*). Só em São Paulo a trama ficou em terceiro lugar. Nos outros 13 mercados do PNT, Jesus ocupou a vice-liderança com as variações notadas.


(*)O oposto de Segundo Sol, por que o PSOL é o melhor desinfetante

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Ibopes da vida, Novelas, Numb3rs e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s