Presidenta da Miss Universe Organization já está em Bangcoc para contrato de organização da 67ª edição do Miss Universo


Assinatura será na sexta-feira (27)

Da redação TV em Análise

ABS/CBN News/Reprodução/07.05.2018


A presidenta da Miss Universe Organization, Paula Shugart, chegou a Bangcoc na manhã deste domingo (15) para acertar os últimos detalhes da assinatura do contrato de organização da 67ª edição do concurso de Miss Universo, marcada para a manhã do dia 17 de dezembro (noite do domingo, 16 de dezembro, pelo horário brasileiro de verão), na Impact Arena, na capital tailandesa. De acordo com o site Behind the Crown, o documento deverá ser assinado em uma coletiva de imprensa, prevista para acontecer na sexta-feira (27), em local ainda a ser informado.
Três investidores estão por trás da articulação para a Tailândia receber o Miss Universo pela terceira vez. Além do empresário Dhanin Chearavanont, 79, do grupo Charoen Pokphand, também estão entre os responsáveis pelas negociações o empresário Herbert Simon, 83, dono do Indiana Pacers da NBA e marido da Miss Universo de 1988, Porntip Nakhirunkanok, 49, e a presidenta da Bangkok Broadcasting & Television (BBTV), Surang Prempree, 76, responsável pelo Miss Universo Tailândia, concurso que credencia a representante do país para o Miss Universo desde 2000. Foi Prempree quem articulou a realização da 54ª edição do concurso de Miss Universo em Bangcoc, no dia 31 de maio de 2005, na Impact Arena.
Porntip também já está em Bangcoc para acompanhar o marido nas articulações para a realização do Miss Universo 2018. Antes, participará de eventos de sua fundação beneficente, a Simon’s Angels Wings Foundation. Portntip e Herb Simon estão casados desde 2002 e tem dois filhos biológicos e três adotados da irmã da Miss Universo 1988, falecida em 2005. “Será um evento muito importante”, disse Porntip em sua conta no Instagram, sobre as expectativas para a assinatura de contrato para a realização do Miss Universo em seu país.
Somadas, as fortunas dos três principais interessados em trazer a 67ª edição do Miss Universo para a Tailândia chegam a US$ 40,42 bilhões (R$ 155,63 bilhões). A maior delas é de Chearavanont (US$ 36,6 bilhões ou R$ 140,92 bilhões), seguida de longe por Herb Simon (US$ 2,9 bilhões ou R$ 11,16 milhões). Já a fortuna de Prempree está estimada em US$ 920 milhões (R$ 3,54 bilhões), a 34ª maior da Tailândia de acordo com a revista Forbes.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Força da Grana, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s