Colômbia marca etapa nacional do Miss Universo 2018 para 30 de setembro e o concurso de novembro passa a ser para 2019


Sucessora de Laura Ospina, vice no MU 2017, será eleita em Medellín

Da redação TV em Análise

Frazer Harrison/Getty Images/26.11.2017


A direção do Concurso Nacional de Belleza da Colômbia decidiu na manhã desta quarta-feira (11) que a eleição da representante do país na 67ª edição do concurso de Miss Universo ocorrerá no domingo, 30 de setembro, em Medellín. A decisão foi tomada com base em uma determinação da Miss Universe Organization, que fixou o dia 31 de outubro como prazo limite para inscrições de candidatas ou realização de concursos ne seletivas nacionais. Com isso, se encerram as especulações de que a Colômbia mandaria para o Miss Universo uma candidata eleita com menos de um mês de preparação para o concurso, que este ano deverá ocorrer em Bangcoc, em 16 de dezembro.
Com a mudança, o Señorita Colombia 2018, a ser realizado no dia 12 de novembro, em Cartagena, passará a eleger a representante colombiana no Miss Universo 2019, seguindo os exemplos de Venezuela e Peru, únicos países na América do Sul até então a trabalhar com eleição bastante antecipada de suas candidatas. No ciclo do Miss Universo 2018, Myanmar, Laos e Polônia também trabalharam com esse método.
Laura González Ospina, 23, fará sua sucessora no evento denominado Rumbo a Miss Universo, que terá transmissão da RCN, obedecendo ao mesmo esquema de transmissão do Señorita Colombia. Sete jurados a serem escolhidos pela organização do concurso nacional decidirão quem vai representar a Colômbia no Miss Universo 2018 no evento especial.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Outras Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s