Assunto da semana: Submissões ao 70º Primetime Emmy – 4


Os desafios de Ryan Murphy no 70º Emmy de minissérie

Frederick M. Brown/Getty Images/09.08.2017


Aos 52 anos, o produtor Ryan Murphy pode estar diante de seu maior desafio no 70º Primetime Emmy. Com as submissões emplacadas de American Horror Story: Cult e The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story, sua responsabilidade aumentou ainda mais em relação a 2010, quando fez Glee obter 19 indicações em sua primeira temporada, incluindo atuação, produção roteiro e direção. Para essas minisséries de agora, a coisa não deverá ser diferente. Murphy deverá vir com força nas indicações a serem conhecidas na quinta-feira (12).
Das duas minisséries de Murphy para este ciclo, acompanhei com um maior grau de interesse AHS: Cult. É a joia da coroa da disputa. Tem na crítica política associada a fatos históricos seu principal foi motor. Usa do humor negro para desqualificar Trump antes que uma primavera chamada Stormy Daniels fizesse verão nas marchinhas dos noticiários de oposição da CNN e em premiações como o Grammy antecipado por causa de uma Olimpíada de Inverno. Achou pouco? Cult tem em seu calibre potenciais de indicação em áreas de atuação. Próxima página.
Assassination of Versace, a despeito do elenco estrelar de Ricky Martin, Penélope Cruz e outros não me entusiasmou. Foi a mais gélida instalação de American Crime Story. É o tipo de minissérie da qual só se é obrigado a assistir por causa do ator (Martin) e não de seu enredo, muito elitizado ante a massiva repercussão de The People v. O.J. Simpson. Não vi personagem algum que me desse identificação. Versace vai ao Emmy apenas para cumprir tabela em categorias técnicas de edição, maquiagem, penteado e figurino. É aí que reside o “fator X” da questão.
Sem desmerecer as outras 31 produções inscritas, o ano das minisséries está todo reservado a Ryan Murphy. A ênfase a seus dois trabalhos no segmento será total, depois que Ryan Eggold (New Amsterdam) e Samira Wiley (Orange is the New Black) anunciarem as cinco produções indicadas. Não se surpreenda se Murphy colocar suas duas minisséries no páreo de produção. Será uma autoconcorrência que, se confirmada, será muito bem-vinda. Fora isso, Murphy tem submissão em série dramática por 9-1-1. A hora de cruzar os dedos se aproxima. Bom sábado a todos.


Publicação simultânea com o TV+Vida do Jornal Meio Norte do sábado (7/7)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Coluna da Semana, Minisséries e telefilmes, Premiações e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s