Nova chefe do Departamento de Turismo coloca pá de cal na candidatura filipina para sediar concurso Miss Universo 2018


Gestão de Bernadette Puyat vai eleger outras prioridades, como o agroturismo

Da redação TV em Análise

Ben Nabong/Rappler


Uma semana depois de assumir a chefia do Departamento de Turismo das Filipinas, Bernadette Romulo-Puyat, tratou de enterrar uma aspiração de sua antecessora, Wanda Teo, 65. Mandou suspender as negociações com a Miss Universe Organization para que o país sediasse a 67ª edição do concurso de Miss Universo. O anúncio foi feito na sexta-feira (18), em Makati (região metropolitana de Manila). Essa seria a quarta vez que o país receberia o concurso desde 1974, em Pasay (também na Grande Manila). A cidade também recebeu o concurso em 1994 e 2016.
De acordo com Puyat, egressa do Departamento de Agricultura, o foco do DOT é promover no exterior o agroturismo em feiras internacionais de turismo. Puyat também citou “razões orçamentárias” de sua pasta para não submeter as Filipinas à aventura de sediar o Miss Universo pela segunda vez em menos de uma década. Em 2006, Porto Rico rejeitou ser sede da 55ª edição do Miss Universo pelas mesmas razões (recebera o Miss Universo em 2001).
Para a realização do Miss Universo 2016, foram gastos US$ 13 milhões vindos da iniciativa privada. Seu principal investidor, o empresário Chavit Singson, 76, alegou prejuízos com o projeto e declinou de repetir a sede do Miss Universo 2017 em seu país. O governo do presidente Rodrigo Duterte, 73, alegara que a desistência para a 66ª edição do Miss Universo era a cúpula da ASEAN (Associação de Nações do Sudeste Asiático), realizada na mesma época em que o Miss Universo 2017 ocorreu, em Las Vegas. Com a baixa filipina, a cidade americana passa a ser cotada para sediar a 67ª edição do Miss Universo, em dezembro. A Miss Universe Organization ainda não se pronunciou a respeito da decisão de Puyat.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Cidades, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s