Durante almoço, presidenta da MUO adota discurso de cautela sobre possível realização do Miss Universo 2018 nas Filipinas


“Permaneçam atentos”, pediu Paula Shugart a jornalistas que formularam perguntas

Da redação TV em Análise

ABS/CBN News/Reprodução


A presidenta da Miss Universe Organization, Paula Shugart, na contramão do que disse a secretária do Departamento de Turismo, Wanda Teo, 65, preferiu adotar um tom mais discreto em relação à possibilidade cada vez mais concreta de realização da 67ª edição do concurso de Miss Universo nas Filipinas. Em almoço na casa do empresário Chavit Singson, 76, no domingo (6), Shugart pediu cautela aos jornalistas que perguntavam a todo momento sobre as negociações com o DOT, já aprovadas pelo governo do presidente Rodrigo Duterte, 73.
Acompanhada da Miss Universo 2017, a sul-africana Demi-Leigh Nel-Peters, 22, Shugart pediu aos jornalistas que “permaneçam atentos” até o momento do anúncio oficial da data e da cidade-sede, previsto para acontecer nesta terça-feira (8), no hotel Okada Manila, em Pasay (região metropolitana de Manila). Singson foi o principal financiador da realização da 65ª edição do Miss Universo, em 30 de janeiro de 2017, vencida pela francesa Iris Mittenaere, que também está em Manila com a antecessora, Pia Wurtzbach.
Shugart reforçou o apelo aos jornalistas durante a coletiva de um evento de moda, na manhã desta segunda-feira (7). Parceiros de negócios de Singson na China, Coreia do Sul, Tailândia e Vietnã demonstraram interesse em disputar o direito de sediar o Miss Universo 2018, mas desistiram de colocar suas candidaturas sob avaliação da MUO para favorecer a realização do concurso nas Filipinas, que também receberam o Miss Universo em 1974 e 1994.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Força da Grana, Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s