Guiana é suspensa do concurso de Miss Universo até 2019


Há suspeitas de irregularidades na coordenação nacional

Da redação TV em Análise

Miss Universe Guyana/Divulgação/19.08.2017


A Guiana não estará presente na 67ª e 68ª edições do concurso de Miss Universo. A Miss Universe Organization suspendeu o país da disputa por suspeitas de irregularidades cometidas pela coordenação nacional. De acordo com o portal News Guyana, um integrante do comitê organizador do Miss guiana Universo revelou que o diretor nacional Jyoti Hardat não é credenciado pela MUO.
Depois que a denúncia veio a público, Jyoti foi afastado da coordenação do Miss Universo Guiana e a MUO abriu uma investigação interna pára apurar as condutas da coordenação guianense. Em agosto do ano passado, a eleição da candidata da Guiana ao título de Miss Universo 2017 foi realizada em Nova York, fora dos domínios da coordenação nacional, que tem sede em Georgetown, capital do país sul-americano.
De acordo com um grupo de ex-candidatas do Miss Universo Guiana 2017, há indícios de fraude na eleição de Rafeiya Husain, que supostamente teria sido indicada ao invés de eleita. Toda a farsa doi presenciada pela Miss Universo 2017, a francesa Iris Mittenaere. Depois que as denúncias vieram a público, vários integrantes da coordenação nacional renunciaram.
A Guiana é o único país da Ameérica do Sul de língua não latina a competir no Miss Universo desde que o Suriname deixou de competir, em 2000. Em 22 participações no Miss Universo, iniciadas em 1956, o país jamais obteve classificação entre as semifinalistas.
Com a saída da Guiana, Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela passam a ser os países da América do Sul confirmados no Miss Universo 2018. Com isso, o quadro de países confirmados no concurso cai de 92 para 91.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Outras Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s