Duterte aprova realização do Miss Universo 2018 nas Filipinas


Etapa de trajes de banho será em Boracay

Da redação TV em Análise

Ted Alibe/AFP/Getty Images/26.01.2017


O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, 73, aprovou a realização da 67ª edição do concurso de Miss Universo no pais, no dia 25 de novembro. A decisão foi tomada após a recusa da China em sediar o certame. Na prática, Duterrte deu sinal verde para que sua secretária de Turismo Wanda Teo, 65, conduza as negociações diretamente com a Miss Universe Organization e inicie a captação de patrocínios para o concurso, que terá preliminares de trajes de banho na ilha de Boracay.
As Filipinas receberão o Miss Universo pela quarta vez. O concurso foi realizado no país em 1974, 1994 e 2016, em Pasay, na região metropolitana de Manila.
A ideia do governo é usar a reabertura da ilha de Boracay (442 km ao sul da capital filipina) aos turistas para promover o evento. A possibilidade de realização da preliminar e da final televisionada na Grande Manila não está descartada.
Segundo representantes da MUO, o principal entrave para a realização do Miss Universo 2018 na China foi a censura do regime comunista, que impossibilitou a transmissão ao vivo do concurso para o território chinês. Este é um ítem exigido no contrato que o governo filipino cumpriria com todas as facilidades. No Miss Universo 2016, duas redes – ABS-CBN e GMA – transmitiram a final e a TV5 ficou com as preliminares.
No Brasil, a Rede Bandeirantes teve de fazer a transmissão ao vivo do Miss Universo 2011 para atender a uma exigência da MUO para o país-sede. A 60ª edição do certame ocorreu em São Paulo. Em quatro dos 15 anos de relação com o Miss Universo, a Band levou o concurso ao ar gravado em 2003, 2010, 2015 e 2017. A decisão sobre a transmissão do concurso de 2018 em TV aberta ainda não foi tomada. A TNT já assegurou a exibição em TV paga.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Cidades, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s