Os missólogos que amansam Olivia Culpo esquecem que a americana foi eleita Miss Universo 2012 através de corrupção


São os mesmos imbecis que acusam Marielle do PSOL de ligação com o Comando Vermelho

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Valerie Macon/ Miss Universe Organization/Divulgação/EPA/19.12.2012


Os inocentes úteis que foram sugerir ligação da vereadora assassinada do PSOL Marielle Franco com o Comando Vermelho, conhecida organização crimonosa do Rio de Janeiro, são os mesmos que apoiaram o esquema de propinas que deu o título de Miss Universo 2012 à norte-americana Olivia Culpo. O TV em Análise Críticas já se cansou de demonstrar essas denúncias. Mas quado resvala para juízas que agridem a memória de uma líder comunitária da Maré, se denota a ligação desse povo com os missólogos que receberam propina para dar notícias favoráveis a Culpo e defender que o título não fosse para a gaúcha Gabriela Markus, filiada depois ao PMDB de Temer, Eduardo Cunha, Geddel, Romero “Essa P…” Jucá, para não falar de outras gentes inocentes made in U.S.A., tipo o lorde Disick banhado em dólares na banheira.
A corja de missólogos que endeusa Culpo a torto e a direito é a mesma que foi vestir camisa da Seleção encalhada da Copa de 2014 para atacar Lula e Dilma nos panelaços financiados pela Fiesp e pela Rede Globo (que escondeu o Miss Brasil e o Miss Universo ao longo da década de 1990), entre 2015 e 2016. É a mesma patavina de gente que quer Lula preso o mais rápido possível, para aparecer no jornal da Band, emissora que transmite ambos os concursos, e no jornal nacional patrocinado pela Crefisa, campeã de denúncias no Procon, na mesma leva da Polishop, dona da concessão brasileira do Miss Universo.
Ótimo. Dizer que existe corrupção e prostituição no Miss Venezuela pode e nos estaduais do Miss Brasil não? Dizer que fraudada foi a eleição de Maria Gabriela Isler na Rússia e não a de Olivia Culpo em Las Vegas, a começar da roubalheira e do unfair play que foi o Miss USA 2012? É passar um atestado de débil mental aos leitores das redes sociais que blindam Culpo da mesma forma que blindam os quadrilheiros do helicoca, do Decreto dos Portos e das malas do Rocha Loures. Que país é esse?

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Corrupção, Força da Grana, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s