21 Estados mudaram datas dos concursos do Miss Brasil 2018 em relação ao planejamento inicial de coordenadores pós-MU


Prometidos para janeiro e fevereiro, concursos acabaram remarcados para março ou abril

Da redação TV em Análise

Rafael Galvão/GP1/16.07.2017


Muito do que se prometeu na reunião de coordenadores estaduais do Miss Brasil realizada no final de novembro do ano passado, na sede da Polishop, em São Paulo, logo após a participação bem-sucedida da piauiense Monalysa Alântara, 19, no Miss Universo 2017, onde ficou entre as 10 semifinalistas de traje de gala, se esvaneceu com as trocas de datas de 21 concursos estaduais. Prometidos para janeiro, os concursos do Acre, Alagoas, Espírito Santo, Mato Grosso e Maranhão, foram remarcados para março e abril, conforme o caso.
Marcados inicialmente para fevereiro, os concursos de Rondônia, Tocantins e Ceará foram todos remarcados para abril. O principal concurso do calendário, o de São Paulo, teve duas datas iniciais – 24 de março e 7 de abril. Acabou antecipado para o dia 31 de março. O concurso de Pernambuco saiu de 10 para 23 de março. Santa Catarina viu seu concurso ser antecipado de 16 para 10 de março. Em Mato Grosso, a disputa passou de 24 de janeiro para o dia 15 de março e depois para o dia 22 do mesmo mês. No Amazonas, a disputa passou do dia 27 para o dia 28 de março. Rio de Janeiro, Pará, Minas Gerais, Bahia, Amapá e Rio Grande do Norte tiveram as eleições de suas candidatas transferidas para abril.
Já no mês de abril, o Piauí teve seu concurso transferido do dia 3 para o dia 28. O da Paraíba saiu do dia 6 para o dia 31 de março e depois passou para o dia 20 de abril. Já o do Rio Grande do Sul passou de 7 para 14 de abril, perdendo para o Piauí o direito de eleger a última candidata. Goiás, Roraima, Sergipe, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal e Paraná mantiveram as datas de seus concursos e aclamações intocados em relação ao planejamento inicial. Veja como ficou o calendário atualizado dos 23 concursos estaduais restantes

Data Estado(s)
10/3 Santa Catarina
17/3 Distrito Federal
22/3 Mato Grosso, Paraná
23/3 Pernambuco
27/3 Amazonas
31/3 São Paulo
10/4 Rio Grande do Norte
11/4 Espírito Santo
12/4 Ceará
14/4 Maranhão, Rio Grande do Sul
15/4 Minas Gerais
19/4 Bahia
20/4 Paraíba
21/4 Amapá, Pará
22/4 Alagoas, Rio de Janeiro
24/4 Tocantins
26/4 Acre
27/4 Rondônia
28/4 Piauí

Fonte: Organização Miss Brasil Universo

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Projetos especiais e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s