Até julho, 36 países e territórios terão eleito suas candidatas para a disputa da 67ª edição do concurso de Miss Universo


Constatação partiu de calendários divulgados pelas coordenações nacionais

Da redação TV em Análise

Frazer Harrison/Getty Images/26.11.2017


Com o início da temporada de concursos nacionais da 67ª edição do concurso de Miss Universo, 24 coordenações nacionais se anteciparam e marcaram as datas de seus concursos até agosto. Embora seja pequena, a movimentação é um indicador claro da marcação da cdata do Miss Universo 2018, que deverá permanecer no dia 25 de novembro, em cidade-sede ainda a ser definida entre Bogotá ou Nha Trang. De acordo com levantamento da redação do TV em, Análise Críticas, cinco países confirmaram a realização de seus certames para março: Indonésia (dia 9), Maurício (dia 17), Filipinas (dia 18), Angola (dia 20) e Nicarágua (dia 24).
Para abril, quatro coordenações já confirmaram datas – Nepal (dia 11), Rússia (dia 14), Costa Rica (dia 27) e Serra Leoa (dia 29). Croácia, Ilhas Virgens Americanas e Nova Zelândia marcaram seus concursos para abril, mas estão com as datas ainda em aberto. Esse grupo deverá fazer o mês ser o mais movimentado desta segunda parte do ciclo de concursos nacionais do Miss Universo 2018, com sete certames.
Em maio, além do Brasil (dia 19), outras quatro coordenações marcaram data – Equador, Quênia (ambos no dia 5), África do Sul e México (os dois no dia 27). Até o fechamento desta reportagem, a data do Miss USA 2018, embora prevista para o dia 29 de abril, em Las Vegas, ainda não constava da relação do verbete da Wikipedia em inglês para o Miss Universo 2018
Em junho, apenas o Laos marcou certame para o dia 23. República Tcheca e Coreia do Sul estão com datas em aberto. Em julho, dois países estão com datas confirmadas – Grã Bretanha (dia 14) e Bolívia (dia 22). A Áustria está com data em aberto para o seu concurso
As coordenações que marcaram datas vão se somar a Bélgica, Camboja, Cazaquistão, França, Geórgia, Malásia, Mianmar, Peru, Polônia, Sérvia, Trinidad e Tobago e Venezuela, que já elegeram ou aclamaram candidatas. Com as 13 candidatas já confirmadas, o número deverá subir para 36 até o final de julho. A partir de agosto, com a eleição da representante da Noruega, o contingente deverá começar a engrossar ainda mais.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Datamisses, Jóia da coroa, Numb3rs, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s