EXCLUSIVO: Atuação de coordenações estaduais do concurso Miss Brasil Universo nas redes sociais é mais fraca no Twitter


Apenas 16% das coordenações tem material atualizado no microblog

Da redação TV em Análise

Rafael Galvão/GP1/15.07.2017


Nenhuma das 27 coordenações estaduais do Miss Brasil válido pelo Miss Universo tem conta atualizada no Twitter. A constatação é de uma investigação jornalística feita pelo TV em Análise Críticas junto às principais redes sociais – Facebook, Instagram e Twitter. De acordo com o levantamento, das 27 coordenações estaduais do Miss Brasil, três não possuem contas no Facebook – Minas Gerais, Paraíba e São Paulo – e duas não tem contas no Instagram – Rondônia e São Paulo.
Das contas de Twitter que cobrem os concursos estaduais do Miss Brasil, a maioria é de missólogos ou de órgãos de imprensa quec cobrem os eventos. Apesar da presença de mídia social ser bastante intensa, a repercussão dos concursos estaduais do Miss Brasil é praticamente nula. Em termos regionais, uma média de dois a três jornais por ERstado repercute o concurso respectivo válido pelo Miss Universo. As contas de Twitter de coordenações estaduais que ainda estão ativas não estão atualizadas em sua maioria entre 2011 e 2016. Apesar de ter uma equipe mais erstruturada, a coordenação do Miss Rio Grande do Sul tocada desde junho por Marcelo Soes sequer se preocupa em manter sua conta de Twitter. É por esta razão que a repercussão do concurso de 2017 foi pífia.
De acordo com o levantamento do Críticas, 92,57% das coordenações estaduais tem contas no Instagram e 88,88% tem contas no Facebook. Essas contas incluem coordenadores estaduais e empresas promotoras dos certames. Apenas 16,66% das coordenações estaduais com conta no Twitter tem material atualizado.
Nem mesmo a coordenação do Piauí, Estado de onde veio a vencedora do Miss Brasil 2017, Monalysa Alcântara, 19, tem conta no Twitter. As contas de mídias sociais do Miss Piauí estão no Facebook e Instagram. A situação detalhada de cadea coordenação está na tabela abaixo

 
Coordenação Facebook? Instagram? Twitter?
Acre Sim Sim Não
Alagoas Sim Sim Sim
Amapá Sim Sim Não
Amazonas Sim Sim Sim
Bahia Sim Sim Não
Ceará Sim Sim Não
Distrito Federal Sim Sim Não
Espírito Santo Sim Sim Sim
Goiás Sim Sim Sim
Maranhão Sim Sim Sim
Mato Grosso Sim Sim Não
Mato Grosso do Sul Sim Sim Não
Minas Gerais Não Sim Não
Pará Sim Sim Não
Paraíba Não Sim Não
Paraná Sim Sim Não
Pernambuco Sim Sim Não
Piauí Sim Sim Não
Rio de Janeiro Sim Sim Não
Rio Grande do Norte Sim Sim Não
Rio Grande do Sul Sim Sim Sim
Rondônia Sim Não Não
Roraima Sim Sim Não
Santa Catarina Sim Sim Não
São Paulo Não Não Não
Sergipe Sim Sim Não
Tocantins Sim Sim Não

Fontes: Coordenações estaduais

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Projetos especiais, Vida digital e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s