África do Sul de Demi-Leigh Nel-Peters é terra de supermodelos


País da Miss Universo 2017 deu ao mundo Candice Boucher, Charlize Theron e Candice Swanepoel

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Fotos Getty Images


A beleza da mulher sul-africana está no gene das loiras e brancas que se destacam nas passarelas, nos editoriais de moda e ensaios de revistas masculinas. A Behati Prinsloo que cativou o coração do técnico do The Voice Adam Levine é um entre vários exemplos. Criada na Namíbia de Michele McLean, Miss Universo 1992, Behati tal qual Candice Swanepoel marcaram presença nas passarelas do Victoria’s Secret Fashion Show. Se tornaram modelos rentáveis.
Da safra de modelos que a África do Sul produziu depois que Charlize Theron foi com as roupas do corpo tentar a sorte em Hollywood, na década de 1990, a própria é outro exemplo. Ganhou um Oscar e se torou uma das atrizes mais rentáveis aos olhos dos produtores cinematiográficos. Na esteira de Charlize, a África do Sul da então pequena Demi-Leigh Nel-Peters produziu uma capa da Playboy, Candice Boucher. Nesse panteão também estão Cindy Nell, terceira colocada do Miss Universo 2003, e Claudia Henkel, classificada entre as 15 semifinalistas do Miss Universo 2005.

Fotos Getty Images

Desde a eleição de Margaret Gardiner como Miss Universo 1978, a África do Sul demorou para emplacar uma supermodelo. Era Charlize. E com seu Oscar, vieram os primeiros grandes contratos de publicidade. Quando Nelson Mandela ainda era vivo, Charlize posou com o ex-presidente da África do Sul numa das melhores mostras de integração racial que o país deu após o apartheid. Em 39 anos de jejum de títulos de Miss Universo, a África do Sul produziu beleza, da mesma forma que as pétalas da protea, usadas no traje típico de Demi-Leigh, que não venceu o Miss Universo 2017 neste segmento. Mas a levou para outro voo na noite de 26 de novembro de 2017.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Cult, Outras Venezuelas, Personalidades, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s