Estatísticas de países estreantes, ausentes e retornos das 66 edições do concurso de Miss Universo que já foram realizadas


Quantidade de retornos é igual a concursos de 1968, 1989 e 2008

Da redação TV em Análise

Frazer Harrison/Getty Umages/26.11.2017


A 66ª edição do concurso de Miss Universo, realizada no domingo, 26 de novembro, no teatro The AXIS do Planet Hollywood Resort and Casino, em Las Vegas, registrou além do recorde de 92 candidatas outros dados importantes. O número de países que retornaram à disputa se igualou ao verificado em 1968 (Miami Beach), 1989 (Caucún) e 2008 (Nha Trang). Nessas ocasiões, como agora, 10 países e territórios retornaram à disputa. A ausência mais longa foi a do Iraque, que estava há 45 anos sem competir. Sua única participação foi em 1972. No entanto, o número de países que retornaram ao Miss Universo para a edição de 2017 caiu 23,07% em comparação a 2016, que registrou o retorno de 13 países e territórios à disputa.
Em relação à 65ª edição do Miss Universo, realizada em janeiro, nas Filipinas, o número de países ausentes recuou de oito para sete, já considerando a desistência de Serra Leoa antes das preliminares. Houve uma queda de 12,5% no número de coordenações nacionais que não realizaram suas aclamações ou concursos para a escolha de candidatas para o Miss Universo 2017 em relação ao Miss Universo 2016. Além de Serra Leoa, os desistentes da vez foram Belize, Dinamarca, Hungria, Kosovo, Quênia e Suíça.
Em comparação com o Miss Universo 2016, o Miss Universo 2017 registrou um aumento de 200% no número de países estreantes – de apenas um em Pasay (região metropolitana de Manila), subiu para três. Os dados apresentados nesta matéria fazem parte dos números finais de países estreantes, ausentes e retornos da 66ª edição do Miss Universo apresentados pela Miss Universe Organization e atualizados no dia 20 de novembro de 2017. Os dados detalhados de estreias, ausências e retornos de países e territórios em cada uma das 66 edições já realizadas do Miss Universo estão na tabela abaixo

 
Ano Estreantes Ausentes Retornos
1952 30 0 0
1953 2 6 0
1954 10 7 4
1955 6 8 1
1956 4 9 2
1957 3 6 4
1958 3 8 9
1959 3 9 4
1960 4 6 11
1961 8 7 4
1962 4 7 7
1963 4 11 5
1964 4 4 9
1965 1 8 4
1966 3 8 6
1967 1 9 5
1968 3 3 10
1969 0 5 1
1970 1 2 4
1971 0 7 3
1972 2 6 5
1973 1 6 4
1974 3 2 3
1975 4 5 7
1976 4 6 3
1977 7 3 4
1978 2 12 5
1979 3 7 4
1980 2 12 4
1981 3 3 7
1982 1 4 5
1983 2 3 3
1984 0 4 5
1985 1 8 5
1986 1 7 4
1987 3 14 2
1988 0 9 7
1989 1 1 10
1990 1 7 1
1991 4 14 11
1992 2 8 11
1993 3 7 5
1994 3 8 3
1995 3 6 8
1996 0 9 6
1997 1 8 3
1998 0 4 9
1999 1 6 8
2000 1 12 6
2001 1 9 6
2002 2 11 5
2003 1 10 5
2004 3 5 11
2005 1 8 8
2006 1 7 11
2007 3 17 5
2008 1 8 10
2009 0 6 9
2010 0 10 8
2011 0 2 8
2012 2 6 4
2013 1 9 5
2014 0 7 9
2015 0 12 4
2016 1 8 13
2017 3 7 10

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Datamisses, Numb3rs, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s