Band mantém orientação inicial de passar o Miss Universo 2017 gravado em Estados com horário de verão e uma hora a menos


Emissora vai entrar com transmissão à 0h da segunda-feira (27)

Da redação TV em Análise

Ted Alibe/Getty Images/29.01.2017


A Rede Bandeirantes fechou questão para passar a 66ª edição do concurso de Miss Universo. Em comunicado publicado em seu site na manhã desta segunda-feira (30), a emissora decidiu que a transmissão do concurso vai entrar no Distrito Federal e nos Estados do Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo à meia-noite do dia 27 de novembro (segunda-feira), pelo horário brasileiro de verão.
Em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, que tem uma hora a menos em relação ao horário de Brasília e seguem o horário de verão, o Miss Universo 2017 será exibido aos telespectadores da Band às 23h do domingo (26). Será o mesmo horário em que telespectadores de Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins, que não seguem o horário de verão, irão assistir ao evento em TV aberta.
Quem quiser assistir ao vivo a transmissão do Miss Universo 2017 nesses Estados e no DF, terá de acompanhar apenas pelos canais pagos TNT e TNT Séries, que entrarão com a transmissão às 22h (horário de Brasília, 21h em MT, MS e Estados sem horário de verão) A prometida transmissão ao vivo para o Acre, que começaria às 19h, corre o risco de nem acontecer. Esse Estado observa o mesmo fuso horário da costa leste dos Estados Unidos, usado para a geração local ao vivo do concurso, feita pela FOX. A direção técnica da Band está analisando as possibilidades de transmissão ao vivo não só para o Acre, que tem três horas a menos em relação ao horário de Brasília, bem como para Amazonas, Rondônia e Roraima, que estão duas horas atrás. Nesses Estados, a possibilidade de transmissão ao vivo do concurso por parte da Band agora se tornou cada vez mais remota com o comunicado. O contrato da Band com a Miss Universe Organization vai até 2020.
Para a transmissão do Miss Universo 2017, a Band já tem escalados dois nomes de estúdio – Renata Fan e Cássio Reis. No off air, a tradução simultânea será de Malcolm Forest e de uma outra profissional ainda a ser definida. A emissora ainda não fechou quem irá comentar a 66ª edição do Miss Universo com Fan e Reis, mas tudo leva a crer que os dois farão essas funções sozinhos. Não haverá envio de correspondentes da emissora em Nova York para acompanhar os preparativos do Miss Universo 2017.
Todos os profissionais de vídeo da Band que farão a transmissão on air do Miss Universo 2017 receberam ordem de estar na emissora antes das 20h do dia 26 de novembro, na sede da emissora, no bairro do Morumbi (zona oeste de São Paulo). A intenção da emissora é fazer com que Fan e Reis façam a transmissão do concurso como se fosse ao vivo, na mesma hora em que TNT e TNT Séries farão suas transmissões. As cotas de patrocínio da Be Emotion, Polishop e Kia Motors do Brasil já estão todas vendidas.
Com essa medida, a Band, em tese, salvou o humorístico Pânico na Band de ter sua exibição cancelada no dia do Miss Universo 2017. Na noite de 29 de janeiro, data em que o Miss Universo 2016 foi ao ar, a Band concedeu um hiato para que o Pânico iniciasse suas exibições ao vivo de 2017 no domingo seguinte, 5 de fevereiro. A priorização do Miss Universo fez a Band perder audiência em relação à registrada habitualmente com o Pânico, caindo de 4,5 para 2,5 na média domiciliar nos 15 mercados regulares componentes do Painel Nacional de Televisão (PNT) da Kantar Ibope Media.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s