Fim do programa Pânico deve obrigar Band a transmitir o Miss Universo 2017 ao vivo para todo o país no dia 26 de novembro


Concurso será às 22h de Brasília

Da redação TV em Análise

Ted Alibe/Getty Images/29.01.2017


A decisão da Rede Bandeirantes de não mais exibir o programa Pânico pode fazer com que a transmissão da 66ª edição do concurso de Miss Universo, marcada para o dia 26 de novembro, passe a ser ao vivo para todas as zonas horárias do Brasil. Inicialmente, a emissora planejava exibir um VT do concurso para os Estados cobertos pelo horário brasileiro de verão e os Estados com uma hora de diferença em relação ao horário de Brasília ou não cobertos pelo horário de verão, como é o caso do Piauí da candidata brasileira da disputa, Monalysa Alcântara, 18.
Pelo plano inicial, a Band pretendia exibir o Miss Universo 2017 ao vivo apenas para os Estados do Acre, Amazonas, Rondônia e Roraima, que tem fusos variando de duas a três horas em relação ao horário de Brasília e também não observam o horário de verão. Agora, o Miss Universo 2017 poderá passar a ser veiculado pela Band às 22h, pelo horário brasileiro de verão, para acompanhar a geração americana da FOX.
Em Teresina, cidade natal de Monalysa, o Miss Universo será exibido às 21h pela Band Piauí e pelo canal pago TNT, que já havia assumido a tarefa de exibir o certame ao vivo para todo o país. Ainda no sistema pago, o TNT Séries fará a transmissão em som original.
Nos dois canais, a escala de comentaristas começou a ser definida. Na Band, os primeiros nomes confirmados são os de Renata Fan e Cássio Reis para a apresentação de estúdio ao lado de um ou dois comentaristas ainda a serem divulgados. Malcolm Forest será um dos tradutores simultâneos. Na TNT, a narração será de Domingas Person e os comentários de Natália Guimarães, segunda colocada no Miss Universo 2007. Fan foi Miss Brasil em 1999 e não se classificou entre as semifinalistas do Miss Universo de seu ano.
A TNT já reservou as faixas da manhã e da tarde da segunda-feira (27) para as reprises do Miss Universo 2017, independente de que resultado Mona obtiver no concurso, a ser realizado no teatro The AXIS do Planet Hollywood Resort and Casino, em Las Vegas. Os ingressos para a final televisionada já estão à venda.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Fim do programa Pânico deve obrigar Band a transmitir o Miss Universo 2017 ao vivo para todo o país no dia 26 de novembro

  1. Pingback: Band mantém orientação inicial de passar o Miss Universo 2017 gravado em Estados com horário de verão e uma hora a menos | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s