Haverá mais países na 66ª edição do Miss Universo do que nas submissões feitas para o 90ª Oscar de melhor filme estrangeiro


Placar final: 95 a 92

Da redação TV em Análise

Alisson Louback/Gullane/Divulgação
Barreto é vivido por Vladimir Brichta


Pela primeira vez, a quantificação de países feita pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (AMPAS, na sigla em inglês) para a 90ª edição do Oscar na categoria de melhor filme estrangeiro é menor que a de países confirmados para uma edição do Miss Universo. De acordo com a AMPAS, 92 países submeteram filmes para a disputa das 10 vagas que continuarão na seleção de dezembro, que servirá para o pote das cinco indicações desta categoria, a serem anunciadas no dia 23 de janeiro. Estes seguirão para a rodada final de votação, que definirá o vencedor na cerimônia do dia 4 de março, em Los Angeles.
No Brasil, a Academia Brasileira de Cinema escolheu Bingo – O Rei das Manhãs, do cineasta Daniel Rezende, cinebiografia do pastor evangélico Arlindo Barreto, um dos múltiplos intérpretes do palhaço Bozo nas manhãs do SBT entre 1980 e 1991. A produção derrotou na seleção nacional produções como Polícia Federal – A Lei é Para Todos e Real – O Plano por Trás da História, destinadas a endeusar políticos do PSDB e PMDB e setores do Poder Judiciário e da Polícia Federal ávidos por espetacularização irresponsável, e João, o Maestro, cinebiografia do maestro João Carlos Martins. Ao todo, 23 filmes disputaram essa submissão, importante para o cinema brasileiro.
Na 66ª edição do concurso de Miss Universo, que acontece daqui a 39 dias no teatro The AXIS do Planet Hollywood Resort and Casino, em Las Vegas, 95 países e territórios estão com presença confirmada. Destes, 84 (ou 88,42% do total) já tinham eleito ou aclamado candidatas. A rodada de concursos nacionais dos dias 21 e 28 de outubro serão definitivas para superar a quantidade de submissões nacionais ao Oscar.
Ainda de acordo com a AMPAS, o número de submissões nacionais ao Oscar de melhor filme estrangeiro para 2018 também é recorde. Mas nada que passe a quantidade de misses que estarão no Planet Hollywood posando para fotos oficiais de divulgação ou em atividades de caridade. A programação oficial das 95 candidatas previstas começa no dia 12 de novembro, com um evento de boas vindas.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Cinema, Cult, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s