A três meses da realização do concurso Miss Universo 2017 em Phoenix, 15 países ainda não decidiram se participarão


Chile e Itália, que ocuparam as duas primeiras colocações do concurso de 1987, podem ficar fora

Da redação TV em Análise

Miss Universe Organization/Divulgação/27.05.1987


A exatos 90 dias da 66ª edição do concurso de Miss Universo, 15 coordenações nacionais – Argentina, Chile, China, Dinamarca, Hungria, Itália, Quênia, Kosovo, Polônia, Romênia, Sri Lanka, Suíça, Tanzânia, Uruguai e Vietnã – ainda não definiram se irão enviar candidatas para o evento, cuja sede deverá ser escolhida entre o Phoenix Symphony Hall e o Comerica Theatre. De acordo com as redes sociais dessas coordenações, não há previsão de realização de concursos nesses países antes do prazo final, que termina em 31 de outubro.
Há exatas três décadas, Chile e Itália, representadas por Cecilia Bolocco e Roberta Capua, ocupavam as duas primeiras colocações da 36ª edição do concurso de Miss Universo, realizada em Cingapura. A cena que ora esta matéria corre sério risco de não ser repetida no concurso de 2017, dada à imobilidade das coordenações dos dois países em decidirem se realizam concursos, seletivas ou de indicarão candidatas. Nenhuma decisão foi tomada até agora. Polônia e Vietnã, que agendaram certames para 26 de novembro e 2 de dezembro, também correm risco de ficar fora do Miss Universo 2017, caso não antecipem as datas inicialmente anunciadas por suas coordenações.
Caso o quadro de abstenções se confirme, o número de países ausentes do Miss Universo 2017 pode crescer 87,5% em relação ao concurso de 2016, realizado na manhã de 30 de janeiro, em Pasay (região metropolitana de Manila), quando oito coordenações nacionais desistiram da disputa, trocaram coordenações fora do prazo ou não realizaram concursos nacionais. O número não leva em conta desistências que vierem a ser tomadas depois da publicação desta reportagem.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para A três meses da realização do concurso Miss Universo 2017 em Phoenix, 15 países ainda não decidiram se participarão

  1. Pingback: Número de países confirmados no Miss Universo 2017 cai para 84 após descoberta de possíveis abstenções no certame | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s