Em qualquer cenário de data, calendário de atividades do Miss Universo 2017 começa a ser desenhado em segredo pela MUO


Sendo em dezembro, desembarque das misses ocorrerá entre os dias 1º e 3. Se em janeiro de 2018, entre 2 e 4

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

George Rose/Getty Images/12.08.2011


Diretores da WME/IMG, da FOX e da Miss Universe Organization já trabalham com dois panoramas de desembarque das prováveis 86 candidatas ao título de Miss Universo 2017 no Aeroporto Internacional McCarran, em Las Vegas. Caso o concurso ocorra no dia 17 de dezembro, o desembarque das candidatas no terminal deverá ocorrer entre os dias 1º e 3 de dezembro. Caso o concurso ocorra no dia 14 de janeiro, o desembarque das candidatas deverá ocorrer entre os dias 2 e 4 de janeiro. As misses ficarão hospedadas no MGM Grand Las Vegas, complexo hoteleiro no qual fica a MGM Grand Garden Arena, sede das preliminares e da final televisionada.
O cronograma de atividades da 66ª edição do concurso de Miss Universo está sendo trabalhado de forma sigilosa, para chegar a uma data que agrade à área de programação da FOX, que não gostou de saber que a data anterior, 26 de novembro, bateria de frente com o concurso Miss Polônia, que elegerá a candidata do país europeu para a disputa. Com isso, o anúncio oficial da data do Miss Universo 2017, que deveria ter sido feito no TCA Summer Press Tour na terça-feira (8), foi adiado para o dia 5 de setembro, logo após o feriado americano do Dia do Trabalho, que cai na segunda-feira, 4 de setembro.
Caso o Miss Universo 2017 ocorra no dia 17 de dezembro, as misses teriam entre os dias 4 e 5 de dezembro para fazerem as provas de vestuário e se registrarem para a disputa. Na hipótese de realização do concurso no dia 14 de janeiro, as candidatas teriam os dias 5 e 6 de janeiro para fazer esses procedimentos. No primeiro cenário de data, as preliminares ocorreriam na quinta-feira, 14 de dezembro. No segundo, a definição das semifinalistas seria em 11 de janeiro. Procurada pela reportagem do TV em Análise Críticas, a MUO não confirma, tampouco desmente essas informações.
Las Vegas deverá sediar o Miss Universo pela sexta vez – as anteriores foram em 1991, 1996, 2010, 2012 e 2015. Manila chegou a apresentar candidatura, mas desistiu. A MUO chegou também a cogitar a realização do Miss Universo 2017 em Honolulu, mas a arena local estava aquém da capacidade de recepção dos equipamentos de cenário virtual, considerados “muito pesados” pela Autoridade de Turismo do Havaí. Perth também chegou a cogitar candidatura, mas esbarrou na falta de apoio oficial para sediar também o Miss Universo 2018. A despeito do cenário amplamente favorável a Las Vegas, Paris, Jacarta e Tóquio ainda estão na alça de mira para receberem o certame.

Ethan Miller/Getty Images/12.06.2009

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s