De acordo com afiliada da FOX, problemas de arena levaram Honolulu a perder a sede do Miss Universo 2017 em maio


Intenção era comemorar os 20 anos da vitória de Brook Lee em Miami Beach

Da redação TV em Análise
Com KHON-TV

Neal S. Blaidsell Center/Divulgação


Antes de Las Vegas assumir a sede e Manila desistir de sediar a 66ª edição do Miss Universo, Honolulu chegou a negociar a realização do concurso, mas o Departamento de Serviços Empresariais da cidade constatou que a Neil S. Blaisdell Arena, com capacidade para 8.800 espectadores, não atendia aos requisitos pedidos pela Miss Universe Organization para acolher os equipamentos de palco e transmissão do concurso. A prefeitura foi contatada pela MUO em maio para a realização do Miss Universo 2017, no dia 26 de novembro.
A prefeitura chegou a um acordo para o uso da arena por duas semanas e da sala de concertos por uma semana, mas a direção da MUO disse que a capacidade estrutural da arena para suportar os cenários virtuais de estruturas gigantescas era insuficiente. Esse fator foi determinante para que Honolulu perdesse a candidatura para sediar o certame. A cidade sediara o Miss Universo 1998, no Stan Sheriff Center, com capacidade para 10.300 espectadores, que sequer foi considerada pela WME/IMG para realizar o certame deste ano. A prefeitura respondeu que a capacidade de equipamentos de palco na Blaisdell Arena não foi empecilho para que artistas como Mariah Carey, Janet Jackson e Bruno Mars, este natural do Havaí, cantassem lá.

Chris Beenacchi/AFP/Getty Images/16.05.1997

O Havaí comemora os 20 anos da vitória de Brook Mahealani Lee tanto no Miss USA quanto no Miss Universo. A sede do concurso desde ano em Honolulu seria uma maneira de os havaianos comemorarem esse feito. Mas o fato de Julie Kuo, candidata do Estado ao Miss USA 2017, não ter obtido classificação entre as 10 semifinalistas, foi agravante para que Honolulu perdesse para Las Vegas a sede do Miss Universo 2017. Lá, o concurso ocorrerá no MGM Grand Garden Arena.
A reportagem da KHON, afiliada da FOX em Honolulu, tentou entrar em contato com os diretores da Miss Universe Organization, mas os pedidos de perguntas não foram respondidos. Em um e-mail enviado à Autoridade de Turismo do Havaí na quarta-feira (26), a presidenta da MUO, Paula Shugart, expressou sua decepção com a decisão.

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Cidades, Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s