Concursos nacionais de agosto e setembro serão decisivos para formar o quadro de candidatas do Miss Universo 2017


Conta não inclui aclamações

Da redação TV em Análise

Ted Alibe/Getty Images/29.01.2017


A definição de 32 concursos nacionais para os meses de agosto e setembro será decisiva na balança de candidatas da 66ª edição do concurso de Miss Universo, previsto para o dia 17 de dezembro, em Las Vegas. De acordo com o calendário apurado pela redação do TV em Análise Críticas, os únicos concursos nacionais que ainda não tem datas confirmadas para esse período são os do Haiti, Finlândia e Turquia. O Brasil elege sua candidata no dia 19 de agosto.
Considerando apenas os concursos nacionais com datas confirmadas, até o final de setembro o Miss Universo 2017 conhecerá 72 de suas possíveis 88 candidatas, o que equivalerá a 81,81% do total previsto. A conta não inclui aclamações que vierem a ser feitas, que poderão puxar o quadro para cima.
Até o momento, 36 países e territórios elegeram suas candidatas, o que equivale a 40,90% do quadro previsto para o Miss Universo 2017. A Miss Universe Organization não confirma, mas as coordenações nacionais estão contribuindo para o incremento dessas informações. De um total de 105 países e territórios credenciados junto à MUO, 83,80% estarão presentes no Miss Universo 2017. Veja o calendário detalhado

-Malta (4/8)
-Ilhas Virgens Britânicas (6/8)
-Ucrânia (10/8)
-Nova Zelândia (12/8)
-Sri Lanka (16/8)
-Brasil (19/8)
-Guiana (19/8)
-Honduras (19/8)
-Vietnã (19/8)
-Guatemala (20/8)
-Irlanda (25/8)
-Panamá (25/8)
-Laos (26/8)
-Jamaica (26/8)
-República Dominicana (26/8)
-Zâmbia (26/8)
-Serra Leoa (27/8)
-Guam (1º/9)
-Gana (2/9)
-Paraguai (2/9)
-Bahamas (9/9)
-Belize (10/9)
-Egito (15/9)
-Barbados (16/9)
-Maurício (23/9)
-República Tcheca (23/9)
-Eslováquia (23/9)
-Peru (24/9)
-Islândia (25/9)
-Finlândia (setembro)
-Haiti (setembro)
-Turquia (setembro)
Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Datamisses, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s