Conclusão de ciclo de concursos estaduais do Miss Brasil 2017 deve obrigar Band a pensar ciclo de misses para 2018


Transmissão de 11 concursos serviu como alça de mira para enfrentar incertezas que atingem até patrocinadora master

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Miss Piauí/Divulgação


O assombro da crise política que poderá resultar na cassação do presidente Michel Temer preocupa bastante os diretores da Organização Miss Brasil Universo, do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Polishop, que dede já estão receosos quanto a continuidade dos trabalhos do projeto Miss Brasil Be Emotion para 2018. As graves consequências institucionais de um eventual impeachment de Temer podem resvalar no aumento de indicações de candidatas e na queda violenta de investimentos nos concursos estaduais.
A finalização no sábado, 15 de julho, em Teresina, do ciclo de 27 concursos estaduais válidos pelo Miss Brasil 2017 desde já acende uma luz de alerta na coordenação brasileira do Miss Universo. Ou se trabalha a partir de agora a formatação dos concursos estaduais do Miss Brasil 2018, antes mesmo da realização do Miss Brasil 2017, prevista para o dia 19 de agosto, em Ilhabela (SP), ou se colocarão meses de investimento a perder. Em 26 Estados e no Distrito Federal, existem 22 coordenadores responsáveis por tocar toda a produção inerente à inscrição, seleção, preparação e treinamento das misses selecionadas nos municípios ou através de seletivas convocatórias. O modelo proposto por Lupita Jones, Miss Universo 1991, para a nova embalagem do Mexicana Universal, deveria servir de exemplo para os coordenadores brasileiros do Miss Universo nos Estados.
Detentora dos direitos do Miss Universo desde 2003, a Rede Bandeirantes não deve dormir no ponto no que diz respeito à divulgação dos concursos estaduais. Os boletins de horário nobre de sábado são um bom sintoma desse tipo de comportamento. A exposição preferencial em tevê aberta das 27 misses, respaldada pela divulgação não onerosa em redes socais, dá à Organização Miss Brasil Universo uma boa “escada” para que o ciclo do Miss Brasil 2017 tenha proporcionado alguma candidata capaz de disputar classificação entre as 12 semifinalistas do Miss Universo 2017. O final dessa minissérie só saberemos quando a Miss Piauí 2017 tiver sido eleita e coroada no Shopping Rio Poty, ante uma claque de convidados. E sua consequência fica reservada para a avaliação parcial que o TV em Análise Críticas fizer para o Miss Universo 2017, no dia 21 de agosto.
No menu da Band de transmissões de concursos estaduais do Miss Brasil 2017, além do Piauí, figuraram Amazonas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, que abriu o calendário de certames, no final de março. O “efeito Raíssa Santana” pertence ao passado. Agora, a ordem para as coordenações nacional, estaduais e municipais (e também para a Band e suas emissoras) é pensar não apenas a campanha de vitória de quem sair credenciada para o Miss Universo 2017. Mas, principalmente, pensar agora os estaduais do Miss Brasil 2018.
Para que o Brasil segure a onda e siga nas suas classificações no Miss Universo para 2017 e 2018, quando se completarão 50 anos do último título internacional, a ordem é pensar o amanhã agora, a começar do âmbito local.

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Projetos especiais, Reflexões e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s