Três casas de espetáculos de Paris estão aptas a sediar o Miss Universo 2017, caso o concurso ocorra mesmo na França


Coordenadora do Miss França Sylvie Tellier está fazendo o possível para capital francesa encerrar reinado de Mittenaere

Da redação TV em Análise

Philippe Huguen/AFP/Getty Images/19.03.2017


O sonho da França, país natal da Miss Universo 216, Iris Mittenaere, sediar a 66ª edição do concurso de Miss Universo, não está morto. De acordo com levantamento da redação do TV em Análise Críticas, três casas de espetáculos estão aptas a receberem a final do Miss Universo 2017, no dia 14 de janeiro de 2018, caso o concurso ocorra mesmo na capital, Paris. O local de maior capacidade de público para uma eventual realização do certame em solo francês é a AccorHotels Arena, com capacidade para 19.095 espectadores no modo de concertos (20.300 no total). Inaugurada em 3 de fevereiro de 1984, a primeira opção da Miss Universe Organization para Paris foi reformada entre os anos de 2014 e 2015 e também recebeu eventos de atletismo, tênis, basquete e concertos musicais.
A segunda opção levantada pelos diretores da MUO é o Zenith Paris, mantido pelo Ministério da Cultura do país, com capacidade para 6.293 espectadores. Inaugurado em 12 de janeiro de 1984, o Zenith foi construído para substituir o antigo Hipódromo de Paris. Funciona na Avenida Jean Jaurès. Desde 1998, recebeu concertos de artistas como Pearj Jam, Nicki Minaj, Evanescence, Britney Spears e 5 Seconds of Summer.
A terceira opção, de menor capacidade, é o Grande Anfiteatro do Palácio de Congressos de Paris, reformado em 1991, apto a receber apenas 3.723 espectadores. Essa opção, a Miss Universe Organization avisou que irá descartar, devido ao fato de que o Miss Universo atrai mais público em países onde o concurso tem maior peso, como é o caso recente das Filipinas, que receberam o Miss Universo 2016, no qual Mittenaere, 24, foi eleita na manhã de 30 de janeiro de 2017, na Mall od Asia Arena de Pasay, após uma intensa negociação entre o governo local do presidente Rodrigo Duterte, 72, a MUO e cinco grupos privados, incluindo um de Cingapura e outro do Japão.

Fotos Getty Images

Para que o Miss Universo 2017 ocorra em Paris, a coordeadora do Miss França Sylvie Tellier, 39, disse a um site local que cobre os meios televisivos, o Toutlatelé, estar “interessadíssima” na realização do Miss Universo 2017 na França. Para reforçar ainda mais essa tese, Iris Mittenaere estará em Paris durante esta semana possivelmente para acompanhar Tellier nos arranjos que podem levar a coroação de sua sucessora para a cidade onde ela vivia com a família antes de sua eleição no concurso internacional. Tellier disse estar fazendo “o possível” para que a França receba o Miss Universo 2017 e comparou o concurso às Finais do Festival de Canção da Eurovisão, geralmente realizadas no país do artista vencedor no ano anterior. No Miss Universo, tal expediente começou a ser usado em 1974, também nas Filipinas. Desde então o país da vencedora do ano anterior sediou o Miss Universo por sete vezes desde que a fase de sedes internacionais do certame teve início, em 1972 em Porto Rico.
A decisão final sobre a cidade-sede do Miss Universo 2017 deverá ser tomada pela MUO e pela rede de televisão FOX na primeira quinzena de setembro.

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Três casas de espetáculos de Paris estão aptas a sediar o Miss Universo 2017, caso o concurso ocorra mesmo na França

  1. Pingback: Coordenações nacionais não sabem quando o Miss Universo 2017 será realizado, por confusão criada por jornal boliviano | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s